Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Conheça Sandra Peres, uma das poucas mulheres em cargo de chefia em corretoras

Investing.com Brasil - 18/04/2019 - 14:27
Sandra Peres, analista-chefe da Coinvalores (Imagem: Divulgação)

Por Investing.com

O Investing.com Brasil publicou no Dia Internacional das Mulheres, no mês passado, uma matéria a respeito da pequena inserção feminina no mercado financeiro. Apesar de maior participação das mulheres em mesa de operações, no time de analistas e de research nos últimos anos, não chega a 25% a proporção feminina com as principais certificações que habilitam as carreiras no segmento.

Exclusivo: Método de Luiz Barsi é revelado em curso inédito

No cargo de chefia, o rosto feminino ainda é menor, mas há exceções. A analista-chefe da Coinvalores, Sandra Peres, é uma delas. Ela coordena uma equipe de três analistas há 6 anos e é membro do Comitê Consultivo do Analista (CCA) da Apimec, organização responsável pelas certificações CNPI. Leia abaixo os principais trechos da entrevista.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Investing.com Brasil: Há quanto tempo está na Coinvalores?

Sandra Peres: Estou há aproximadamente 12 anos. Entrei como estagiária e, conforme fui me qualificando, subi para assistente até chegar a analista de investimentos. Hoje também sou CCA da Apimec.

Sempre procurei o máximo possível sobre o mercado de ações para me qualificar. Já tive contato com diversos setores da economia como analista, avaliando, por exemplo, siderurgia, varejo, alimentos. Consegui ver um pouco de cada setor, que ajuda a ter uma visão mais ampla de como cada um funciona.

Inv.com: Quando se tornou analista-chefe? Quais foram os maiores desafios e as grandes conquistas?

SP: Estou há 6 anos no cargo, quando coordenava por volta de 15 pessoas, mas hoje tenho apenas 3 analistas com certificado. Como em corretora a estrutura é mais enxuta, a gestão precisa priorizar os recursos e buscamos fazer o máximo possível, sempre com o objetivo de satisfazer o cliente.

Desta forma, encontramos um conceito para avalizar cada setor em conjunto para a elaboração dos nossos produtos, como as carteiras recomendadas. Por dois anos, nossa carteira de dividendos teve os melhores ganhos em ranking elaborado pela revista Exame.

Inv.com: Há mulheres na sua equipe?

SP: Coordeno uma analista, inteligente, que sabe se posicionar nas reuniões. Mesmo assim, aconselho a ela como se colocar para enfrentar este meio mais machista, recomendo que estude mais, não somente análise microeconômica, mas a economia em geral, para se engajar o máximo possível como analista de investimentos.

Também falo com ela sobre temas não necessariamente ligados a mercado de ações, mas também de estratégia, engajamento, como procurar novas coisas, além de eu relatar as minhas experiências.

Inv.com: Quem está fora do mercado financeiro estranha a sua posição?

SP: Sim, muito. Não por ser mulher, mas por desconhecimento do mercado. Hoje estranham menos, porque algumas pessoas fazem o mercado de capital ser mais acessível e mostra que não é um bicho de sete de cabeças. A gente tem que melhorar, existe o caminho e, na Apimec, busco emplacar a parte educacional. Há 4 anos fazemos um tutorial, chamamos empresas e analistas para fazer palestras, assim engajando as pessoas.

Passou o momento de as pessoas terem entendimento, há jornalistas e youtubers que falam sobre o mercado de capitais. Mas ainda é comum me perguntarem como é, como eu trabalho.

Leia mais sobre: Coinvalores, Corretoras, Mercados

Última atualização por Diana Cheng - 18/04/2019 - 14:28