Últimas Notícias Tesouro Direto Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Cripto
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Visual novo: queridinha do BTG promete repaginar seu portfólio

Valter Outeiro da Silveira - 29/03/2019 - 12:12
Lojas Renner
Companhia é considerada top pick do setor varejista pelo BTG Pactual

“Top pick no universo do varejo: crescimento com qualidade”. A frase inicia relatório de análise do BTG Pactual sobre a Lojas Renner (LREN3), no qual os analistas atualizam as estimativas para a companhia, considerada case “premium” de crescimento, fundamentados nos seguintes pontos: execução excepcional da administração, maior otimismo em relação às premissas macroeconômicas e benefícios futuros do programa de e-commerce nos próximos anos.

Exclusivo! Cadastre-se para receber um dia antes a Carteira Money Times - O Consenso do Mercado

Com base nas novas estimativas, os analistas projetam crescimento de 19% no Ebitda durante os próximos cinco anos. “Estamos otimistas em relação a Lojas Renner, pelo seu track record consistente e único e o status de ser o player melhor posicionado em um setor de vestuário fragmentado, pavimentando o caminho para mais consolidação”, afirma o BTG.

Os analistas Gabriel Savi e Luiz Guanais, que assinam documento, elevaram o preço-alvo para as ações em 45%, de R$ 35 para R$ 51. O potencial de valorização estimado é de 24,4% na comparação o valor de fechamento de ontem. A recomendação é de compra.

Continua depois da publicidade

Online

O banco destaca a digitalização da companhia, baseado em três projetos estruturantes: para clientes, a criação de visão única dos consumidores na mesma base de dados; em relação aos produtos, foco na captura de tendências para novas coleções e melhor reabastecimento;  integração dos canais online e offline.

Veja outras recomendações de investimentos

“Com diversos novos projetos, e como um benchmark no setor fragmentado de vestuário, nós vemos a Lojas Renner bem posicionada no online e no ominichannel, e contar de que 10% das vendas pode advir deste canal em 2025”, avalia o BTG Pactual.

Barreiras altas de entrada

Por último, o BTG analisa o mercado de vestuário no Brasil, ressaltando a dificuldade para fazer negócios, devido a questão regulatória, complexidade tributária e deficiências logísticas, o que dificulta a entrada de players internacionais no mercado.

“A Lojas Renner se beneficia de uma cadeia logística (principalmente local) integrada”, dizem os analistas.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você