Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Multiplan cai acima de 1% após reportar lucro 21% menor no 2º trimestre

Investing.com Brasil - 30/07/2019 - 11:27
Queda no lucro ocorreu por depreciação e despesas de remuneração (Imagem: Vídeo institucional da Multiplan)

Por Investing.com 

A Multiplan (MULT3) teve lucro líquido de cerca de R$ 115 milhões para o segundo trimestre, uma baixa de quase 21% sobre o desempenho de um ano antes, fazendo com que as ações fossem negociadas com perdas de 2,84% a R$ 27,37 nos primeiros negócios da manhã desta terça-feira na bolsa paulista. Às 11:12, os papéis da companhia eram negociados a R$ 27,75, queda de 1,49%, recuperando-se parcialmente do tombo do início do pregão.

A companhia informou na noite de ontem que obteve uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de R$ 214 milhões entre abril e junho, queda de 16,8% na base anual. Analistas, em média, esperavam Ebitda de R$ 224,4 milhões, segundo dados da Refinitv.

A Multiplan afirmou que a queda no lucro líquido ocorreu “principalmente devido ao aumento da depreciação decorrente da aquisição de participação no BH Shopping e do impacto nas despesas de remuneração baseada em ações”.

“Excluindo a conta de remuneração baseada em ações em ambos os períodos, o lucro líquido teria aumentado 16,8% e atingido R$ 136,9 milhões, impulsionado pelo crescimento de 6% da receita líquida”, afirmou a companhia no balanço. A Multiplan acrescentou que a margem líquida ajustada foi de 42,1% no trimestre passado, um aumento de 389 pontos básicos sobre a margem registrada um ano antes.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A receita líquida somou R$ 324,9 milhões no segundo trimestre. A Multiplan afirmou que os lojistas em seus empreendimentos tiveram vendas de R$ 3,8 bilhões no período, alta de 6,6% na comparação anual, “como consequência do aumento das vendas em 18 dos 19 shopping centers” do portfólio da companhia.

O BTG Pactual (BPAC11) avalia que os números foram sólidos em todas as frentes. Com isso, os analistas mantêm a recomendação de compra para o ativo, uma vez que a companhia poderá aumentar o GLA mais do que seus concorrentes, por meio de expansões e greenfields. Na visão deles, isso é positivo, uma vez que o custo de capital é muito baixo,

Os analistas da Mirae Asset avaliam que o resultado foi neutro e foi pressionado por aumento de despesas. A taxa de ocupação voltou a melhorar e eles esperam que resultados sólidos e crescentes nos próximos trimestre, pois com a retomada da economia, queda de juro e baixa inflação, esperamos aumento no consumo. No momento ainda mantém a recomendação neutra, devido à falta de upside para a MULT3.

Leia mais sobre: Ações, Mercados, Multiplan, Shoppings

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 30/07/2019 - 11:31