Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Embraer: Prejuízo vai a R$ 161 milhões com menor entrega de aeronaves

Gustavo Kahil - 15/05/2019 - 8:04
Embraer
Embraer espera que seu Ebit seja zero em 2019, revela comunicado (Imagem: Embraer)

A Embraer (EMBR3) apresentou um prejuízo de R$ 160,8 milhões no primeiro trimestre de 2019, valor que representa um aumento de 23% em relação ao número também negativo de R$ 130,4 milhões visto um ano antes, informou a empresa em um comunicado enviado ao mercado nesta quarta-feira (15).

A apreciação de 17% do dólar em relação ao real, que afetou positivamente o balanço, não foi o suficiente para compensar o efeito negativo da queda no volume de entregas de aeronaves comerciais, que teve impacto na diluição do custo fixo, e dos custos operacionais relacionados à fusão com a Boeing.

Os números foram parcialmente compensados por uma melhora na rentabilidade dos segmentos de Defesa & Segurança e Serviços & Suporte. 

O resultado operacional (EBIT) foi negativo em R$ 53,7 milhões e a margem operacional terminou o trimestre em -1,7%. Um ano antes, o Ebit teve queda de R$ 27,7 milhões e a margem esteve negativa em 0,9%.

Apesar da queda no número total de entregas, a receita líquida permaneceu estável e ficou em R$ 3,121 bilhões. A queda de receita líquida do segmento de Aviação Comercial, ocasionada pelo menor número de entregas, foi compensada pelo aumento da receita nos demais segmentos.

Despesas operacionais

As despesas operacionais líquidas cresceram de R$ 96,2 milhões entre janeiro e março de 2018 para R$ 201,5 milhões.

A empresa justifica o aumento pelo ajuste no impairment de aeronaves comerciais usadas no portfólio da companhia, combinado com um aumento nos impostos sobre remessas inter-companhias e com os custos de separação relacionados à parceria estratégica entre a Embraer e a Boeing. 

“A Embraer espera que seu Ebit seja zero em 2019, incluindo-se os custos de separação relacionados à transação com a Boeing”, informou o comunicado.

Veja a íntegra do resultado:

Leia mais sobre: Embraer, Resultados, Transportes

Última atualização por Gustavo Kahil - 15/05/2019 - 8:04