Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Bolsas respondem à proibição proposta pelo Reino Unido de derivativos de criptomoedas

Leandro França de Mello - 10/10/2019 - 9:00
A World Federation of Exchanges se posicionou rapidamente contra a decisão do regulador britânico em banir as criptomoedas e suas operações em solo britânico. Além de engrossar a legislação sobre criptoativos em função da lavagem de dinheiro (Imagem: Ralph Orlowski/Reuters)

Como divulgamos aqui ontem nesse portal em primeira mão, o Reino Unido pretende apertar o cerco sobre as empresas que fornecem serviços baseados em criptoativos, em função das instruções sobre lavagem de dinheiro e crimes financeiros, inclusive com possibilidade de banimentos dos serviços financeiros com criptomoedas. Leia mais aqui.

A posição do Regulador de mercados do Reino Unido, a Financial Conduct Authority (FCA) causou alvoroço no mercado e muitos players se manifestaram sobre a decisão. A World Federation of Exchanges é a associação comercial global de bolsas regulamentadas e câmaras de compensação que representam mais de 250 empresas em todo o mundo, incluindo o Chicago Mercantile Exchange (CME) Group e o Intercontinental Exchange (ICE). Em nome de seus associados, a Federação respondeu à proposta da FCA de proibir a venda de derivativos de criptomoedas e notas negociadas em bolsa (ETN) a todos os consumidores de varejo.

A Federação acredita que o espaço das criptomoedas está no começo e que pode se transformar em uma indústria próspera. No estágio atual, há um risco significativo envolvido na transação com produtos de negociação relacionados a criptografia, como a volatilidade, que a WFE reconhece. Mas, à medida que a indústria amadurecer, o interesse entre os investidores continuará crescendo, fortalecendo assim as bases do mercado.

“Seria ideal evitar uma proibição total e implementar maneiras de mitigar a falta de proteção ao consumidor no setor”.

Os futuros de Bitcoin da Chicago Mercantile Exchange estão estabelecendo novos recordes de volume de negócios. Com média de 7.237 contratos por dia, o crescimento representa um aumento de 132% em relação ao mesmo período do ano passado – indicando claramente uma crescente atenção institucional em relação ao Bitcoin. De acordo com a Forbes.

A decisão britânica sofrerá forte resistência, portanto dos players mundiais. Londres se tornou um importante centro de inovação da indústria de criptoativos e blockchain. Leia mais aqui.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
O Segredo das Criptomoedas

Última atualização por Leandro França de Mello - 09/10/2019 - 17:02