Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

As 5 principais notícias do mercado internacional desta terça-feira

Investing.com Brasil - 12/02/2019 - 10:23

Por Investing.com – Confira as cinco principais notícias desta terça-feira, 12 de fevereiro, sobre os mercados financeiros:

1 – Parlamentares chegam a acordo provisório para evitar a paralisação do governo

As manchetes políticas continuarão em foco em meio às notícias que os parlamentares democratas e republicanos chegaram a um acordo provisório, sobre o financiamento da segurança na fronteira, aliviando os temores em relação a outra paralisação parcial do governo, que deveria começar no sábado.

Um assessor do Congresso, que pediu para não ser identificado, disse que o esboço do acordo não continha os US$ 5,7 bilhões que o presidente Donald Trump quer para um muro de fronteira, mas incluiu US$ 1,37 bilhão para erguer 55 milhas (aproximadamente 90km) de novas cercas ao longo da fronteira sul.

O acordo provisório ainda precisa ser redigido como lei, passar pelas duas câmaras do Congresso e obter a aprovação de Trump antes da noite de sexta-feira para evitar uma paralisação parcial do governo.

BB Seguridade distribui R$ 1,35 bilhão em dividendos para acionistas

2 – Segundo dia das negociações comerciais entre EUA e China

O secretário de comércio dos Estados Unidos Robert Lighthizer chegou a Pequim para as negociações comerciais de alto nível entre os EUA e a China, que entrou no segundo dia.

As conversas começaram com discussões entre autoridades de alto escalão nesta segunda-feira, antes das reuniões ministeriais no final da semana.

Os dois lados estão tentando fechar um acordo antes do prazo final de 1º de março, quando os EUA As tarifas sobre importações chinesas no valor de US $ 200 bilhões devem aumentar de 10% para 25%.

Espera-se que Washington continue pressionando Pequim em exigências de longa data de que faça reformas estruturais abrangentes para proteger a propriedade intelectual das empresas americanas, acabar com as políticas destinadas a forçar a transferência de tecnologia para as empresas chinesas e conter os subsídios industriais.

3 – Aumento de três dígitos nos futuros do Dow

O mercado futuro dos EUA apontava para uma abertura em alta, com o Dow definido para um ganho de três dígitos, enquanto os investidores aguardam uma definição positiva no orçamento do governo e sinais positivos em torno das negociações comerciais EUA-China.

Às 08h35, o índice blue chip futuros do Dow subia 175 pontos, ou cerca de 0,7%, os futuros do S&P 500 crescia 17 pontos, ou quase 0,6%, enquanto o índice futuro de tecnologia Nasdaq 100 indicava alta de 56 pontos ou cerca de 0,8%.

Em resultado a Under Armour (NYSE:UAA), Activision Blizzard (NASDAQ:ATVI), Occidental Petroleum (NYSE:OXY), Shopify (NYSE:SHOP), Dean Foods (NYSE:DF), Groupon (NASDAQ:GRPN), Molson Coors (NYSE:TAP), Akamai Technologies (NASDAQ:AKAM) e Twilio (NYSE:TWLO) estão entre as principais empresas que devem publicar seus últimos resultados trimestrais.

Na Europa, as ações estavam em alta, com a maioria das principais bolsas da região em território positivo. Entre os índices nacionais, o DAX da Alemanha que é sensível as notícias, aumentou em mais de 1%.

Mais cedo, as ações da Ásia fecharam em alta, com as ações no Japão gerando ganhos na região.

4 – Destaque para Powell em dia repleto de discursos de membros do Fed

Diversos discursos do Fed vão capturar a atenção do mercado, já que os investidores procuram mais dicas sobre as perspectivas para a política monetária nos próximos meses.

A maior parte das atenções recairá sobre o presidente do Fed, Jerome Powell, que estará discursando no Fórum de Políticas Rurais da Hope Enterprise Corporation, no Mississippi, às 20h45 (horário de Brasília).

Discursos da Presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, e da Presidente do Fed de Kansas City, Esther George, também estão na agenda para hoje.

As expectativas de mercado para um aumento da taxa do Fed neste ano estão por conta de um segmento, de acordo com a Monitor da Taxa do Fed da Investing.com, depois que o banco central americano prometeu no mês passado ser paciente com mais aumentos de taxa.

Nenhum relatório econômico importante é esperado esta manhã.

índice dólar, que mede a força da moeda americana frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, estava pouco alterado perto de uma alta de três semanas de 96,87 mantendo-se próximo da taxa mais alta de 2019.

No mercado de títulos,os preços do Tesouro americano caíram, impulsionando os rendimentos mais altos ao longo da curva, com o título do Tesouro dos EUA com vencimento em 10 anos subindo para 2,64%.

5 – May atualiza Parlamento sobre o Brexit

A primeira-ministra Theresa May dirá aos parlamentares britânicos que eles devem se apegar ao Brexit para forçar a União Européia (UE) a aceitar mudanças no acordo de separação que abririam caminho para uma saída ordenada.

“As conversas estão em um estágio crucial”, disse May ao parlamento hoje, de acordo com as observações fornecidas por seu escritório em Downing Street. “Todos nós agora precisamos ficar firmes para obter as mudanças que esta Câmara exigiu e entregar o Brexit a tempo.”

O Reino Unido está prestes a deixar a UE em 29 de março sem um acordo, a menos que May consiga convencer o bloco a reabrir o acordo de separação com o qual ela concordou em novembro e depois vendê-lo aos céticos legisladores britânicos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A UE recusou-se a reabrir o acordo do Brexit, embora May insista em conseguir mudanças juridicamente vinculativas para substituir a parte mais contenciosa da fronteira “backstop” irlandesa, o principal obstáculo para um acordo Brexit.

A libra esterlina estava ligeiramente inferior em US$ 1.2842 (GBP/USD).

– Reuters contribuiu para esta matéria

Leia mais sobre: Mercados, Wall Street