Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

A tendência de alta do Ibovespa está de volta e o recorde é logo ali

Gustavo Kahil - 11/09/2019 - 20:31
Mercados Ibovespa
Hoje a Bolsa chegou a uma leve alta de 0,4%, 103.445 pontos, perto do topo anterior de 104.850 pontos (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

Após meses de espera, o Ibovespa retomou nesta quarta-feira (11) a tendência de alta que deve alçar o índice de volta ao nível recorde. Foi em 10 de julho, quando bateu em 106.650 pontos e chegou ao recorde intradiário, que o temido canal de baixa começou.

Hoje a Bolsa chegou a uma leve alta de 0,4%, 103.445 pontos, perto do topo anterior de 104.850 pontos – que marcou o fim do último movimento ascendente – e com um volume financeiro expressivo de R$ 16,3 bilhões.

“Isso vai solidificando a retomada da tendência de alta do índice Bovespa rumo ao recorde, mesmo sem contar com o a força do capital estrangeiro que este ano apresentou recorde de saída da bolsa brasileira (R$ 23 bilhões, até 9 de setembro”, explica José Castro, especialista em ações da Inversa Publicações.

Ele ressalta que o desempenho de hoje se mostra ainda mais importante quando se avalia a tensão do mercado na véspera da reunião do Banco Central Europeu (BCE), cujas expectativas foram importantes para o comportamento positivo dos mercados mundiais neste início de semana. O petróleo também caiu e puxou consigo as ações da Petrobras (PETR3; PETR4), que têm o maior peso do índice.

Outros fatores, contudo, agiram a favor. O clima entre China e EUA continua a melhorar. Aqui no Brasil, a demissão do Secretário da Receita por causa da controvertida proposta da nova CPMF, não afetou os mercados. Os dados das vendas no varejo acima do esperado e a liberação de recursos ao Minha Casa Minha Vida também tiveram a sua parte.

Aproveite esta Tendência Agora e receba as Melhores Oportunidades da Bolsa: Clique Aqui

Castro explica que o Ibovespa está “saindo completamente do canal de baixa que vinha se formando desde julho, com as médias móveis de curto e longo prazo se posicionando abaixo do gráfico (veja abaixo), sinalizando a tendência de alta e com objetivo inicial aos 104.850 pontos e 106.650 (topo histórico)”.

Veja o gráfico que revela a posição otimista para a Bolsa:

Fonte: Inversa Publicações

Leia mais sobre: Comprar ou vender?, Ibovespa, Inversa

Última atualização por Gustavo Kahil - 11/09/2019 - 20:31