Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Triunfo avança quase 2% após não aumento da tarifa de pedágio da Rio-Juiz de Fora

Investing.com Brasil - 06/09/2019 - 11:01
Ações da empresa operam com valorização nesta sexta-feira (Divulgação/Facebook Triunfo Concebra)

Por Investing.com

Na parte da manhã desta sexta-feira na bolsa paulista, as ações da Triunfo Participações (TPIS3) (TPI) eram negociadas com valorização de 1,99% a R$ 1,54, por volta das 10h25. O mercado reage à notícia de que a Justiça Federal de Brasília proibiu a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) de reduzir a tarifa de pedágio na BR-040 (Rio-Juiz de Fora).

De acordo com o blog do jornalista Lauro Jardim, d’O Globo, a decisão foi proferida pelo juiz Cristiano Miranda de Santana, da 5ª Vara Federal Cível, e é válida para os veículos da categoria 1. A ANTT queria a redução da tarifa de R$ 11,60 para R$ 9,60.

Na decisão, o magistrado destaca que a redução poderá causar “sérios comprometimentos financeiros nas operações da Concer”, concessionária responsável pela via.

De acordo com o blog, Santana levou em consideração um parecer da Tendências Consultoria, que mostrou que a concessionária já estaria desestabilizada financeiramente pela inadimplência do governo na obra da Nova Subida da Serra, parada desde 2016.

A ANTT tenta desde o ano passado reduzir a tarifa da concessionária, sendo que na época determinou a redução de R$ 12,40 para R$ 10,80 em três praças de pedágio da rodovia.

Na ocasião, a ANTT justificou a decisão informando que a concessionária não realizou investimentos, como implantação do sistema de wi-fi na rodovia, e a retirada da “verba dos Correios”, valor que a empresa recebe para emitir cartas de multas.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 06/09/2019 - 11:06