Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Tesouro Direto: O que comprar agora?

Gustavo Kahil - 15/05/2019 - 13:05
“A volatilidade dos títulos públicos neste ano continuará atrelada essencialmente ao cenário fiscal”, explicam analistas

Esta quarta-feira (15) marca um dia histórico para os investimentos no Tesouro Direto. Hoje vence o título Tesouro IPCA+ 2019, que conta com 122 mil investidores pessoas físicas, e irá totalizar um montante recorde de R$ 9 bilhões.

Tesouro Direto: Como fazer uma simulação de investimento?

Se você é um deles e irá reaplicar o dinheiro, mas não sabe o que fazer,  é preciso saber que o momento agora é outro. Afinal, o Brasil estava bem diferente em 2013.

Continua depois da publicidade

O país luta, agora, para aprovar a reforma da Previdência e por as finanças em dia.

Faça seu dinheiro render mais em Renda Fixa com o BTG Pactual digital

“A volatilidade dos títulos públicos neste ano continuará atrelada essencialmente ao cenário fiscal, principalmente com relação aos títulos prefixados”, explica o time de renda fixa da Bradesco Corretora composto por Altair Pereira, Caio Lombardi e André Sonnervig.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Além do clima interno conturbado, o mercado também tem oscilado com a guerra comercial entre os EUA e a China, que a cada dia traz novidades e volatilidade para os papéis, principalmente àqueles com vencimentos mais longos.

Próximos 30 dias

Tendo em vista o panorama atual, os analistas continuam a indicar uma carteira mais conservadora.

Para os próximos dias, eles sugerem uma alocação de 70% em títulos indexados à inflação com vencimento em 2024, que é o mais curto disponível para compra. Este papel protege o investidor da inflação no médio prazo, além de garantir um juro real “atrativo”.

Como funciona a liquidez do Tesouro Direto?

Os 30% restantes são indicados para a exposição no Tesouro Selic, que é indexado à variação da taxa de juro do mercado, hoje em 6,5% ao ano.

“Reiteramos que a nossa sugestão é manter o título até o vencimento, sendo que se não for essa estratégia de investimento, a alocação somente em Tesouro Selic deve ser analisada”, concluem os analistas do Bradesco.

O quanto de diversificação é suficiente? Ou o que fazer com o cupom das minhas NTN-Bs?

Última atualização por Vitória Fernandes - 15/05/2019 - 17:05