Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Suzano: Preços de celulose na China ainda não atingiram mínima, diz Bradesco BBI

Valter Outeiro da Silveira - 26/06/2019 - 9:30
Suzano
Bradesco BBI destaca projeção de menores preços no setor (Imagem: Suzano)

O Bradesco BBI divulgou relatório sobre o setor de Papel & Celulose, no qual avalia a queda dos preços da celulose de fibra curta na China e a ligeira alta dos preços na Europa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

De acordo com os analistas Tiago Lofiego e José Cataldo, alguns produtores de celulose de fibra longa na China estão vendendo a tonelada dentro do intervalo de US$ 530,00 a US$ 550,00.

Com isso, existe a indicação de que “a celulose de fibra longa deveria estar mais próxima do nível de US$ 500,00 por tonelada”.

Continua depois da publicidade

Neutralidade

“Não achamos que os preços de celulose na região tenham chegado ao seu menor nível”, diz a instituição financeira, destacando a recomendação neutra frente aos papeis da Suzano (SUZB3), com preço-alvo de R$ 39,00 – upside (potencial de valorização) de 16%, de acordo com o último fechamento.

Por último, o Bradesco BBI projeta demanda fraca contínua e estoques elevados na Europa no mercado de fibra curta.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 26/06/2019 - 9:30