Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Presidente da Embrapa será trocado até setembro por um general ou empresário

Giovanni Lorenzon - 05/07/2019 - 13:48
Pesquisa agropecuária governamental vai trocar de presidente (Imagem: Vídeo institucional da São Martinho)

A informação de que a demissão do presidente da Embrapa, Sebastião Barbosa, está sendo encaminhada e seria anunciada nos próximos dias, conforme anúncio feito ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, foi  confirmada nesta sexta (5), em videconferência interna às 11 horas, como o Money Times antecipou mais cedo. Ele sairá até setembro disse a ministra Tereza Cristina, do Mapa.

Funcionário de carreira e conduzido à presidência da Embrapa em outubro, Barbosa tinha mandato de 2 anos a ser cumprido.

Os funcionários da instituição de pesquisa agropecuária foram convocados para uma videoconferência,  com Barbosa e  a ministra Tereza Cristina, segundo pesquisadores e chefes de unidades ouvidos há pouco pelo Money Times, sob sigilo de seus nomes.

Continua depois da publicidade

“Já era esperado há dias essa mudança, até porque o Barbosa vinha trombando com o Mapa, mas surpreende também porque ele tem mandato de dois anos segundo o novo modelo das estatais”, disse um deles.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Para o lugar do atual presidente, ventila-se que o governo buscará alguém dos quadro militares ou algum agente do mercado, produtor por exemplo, inclusive atendendo defesa feita por vários grupos.

Bolsonaro falou em “repotencialiação” da Embrapa, mas ainda de acordo com esses mesmos interlocutores a intenção é trazer “alguém de fora” dos quadros da empresa, a fim de evitar atritos sobre o novo modelo de gestão e pesquisa que o governo pretende imprimir.

Sabe-se que mais de R$ 40 milhões do orçamento da Embrapa foram contingenciados.

Última atualização por Diana Cheng - 05/07/2019 - 14:52