Últimas Notícias Imóveis Carteiras recomendadas Comprar ou vender Finanças Pessoais Cripto Economia
Cotações por TradingView

Commodities

Petróleo vira para o positivo após estoques dos EUA menores que o esperado

Investing.com Brasil - 14/02/2018 - 16:23

Investing.com – O petróleo virou para alta nesta quarta-feira após a agência de energia dos EUA mostrar um aumento menor que o esperado pelo mercado nos estoques do país.

contrato futuro do WTI para entrega em março opera com leve alta de 0,2% a US$ 59,33 o barril depois de ser negociado a US$ 58,20 mais cedo, antes da divulgação do relatório de estoques.

Brent era vendido a US$ 62,96 o barril, alta de 0,4%, mostrando recuperação depois de tocar nos US$ 61,97 pela manhã.

Os estoques de petróleo avançaram 1,84 milhão de barris na semana passada, segundo dados da EIA. O volume ficou inferior aos 2,82 milhões de barris estimados pelo mercado.

O mercado também se animou com os números de estoques de gasolina, que mostraram uma redução de 3,59 milhões de barris, superior às estimativas do mercado que apontavam para queda de 1,22 milhão de barris. Os dados do combustível indicam uma demanda mais aquecida nos EUA do que o previsto, o que estimula o aumento de consumo de petróleo pelas refinarias.

Outros derivados de petróleo, entre eles o óleo diesel, mostraram queda de apenas 0,45 milhão de barris, contra projeção de redução de 1,13 milhão de barris.

O relatório de estoques veio após o Instituto Americano de Petróleo (API) divulgar ontem à noite que os estoques de petróleo avançaram 3,9 milhões de barris na semana passada, o que pesou sobre o humor do mercado.

O petróleo tem estado sobre pressão nas últimas duas semanas com a valorização do dólar e a aversão ao risco após os tombos de Wall Street, mas o receio de que o aumento de produção dos EUA atrapalhe o equilíbrio do mercado segue no radar dos investidores.

A Agência Internacional de Energia disse ontem que projeta um aumento de demanda de petróleo de 1,4 milhão de barris por dia neste ano, mas acredita que o ganho de oferta poderá superar esse número.

Por Investing.com

Leia mais sobre: Commodities, Internacional, Petróleo

Últimas Notícias