Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Moody’s vê estabilidade para siderúrgicas brasileiras em 2019

13/12/2018 - 21:14

CSN

Por Angelo Pavini, da Arena do Pavini – A confiança nos setores industriais melhora no Brasil e deve favorecer o setor siderúrgico, informou hoje a agência de classificação de risco Moody’s. Segundo a agência, as vendas de aços planos continuam mais fortes no mercado doméstico do que as vendas de aços longos.

A indústria siderúrgica brasileira permanecerá estável em 2019, baseada no crescimento gradual das principais indústrias consumidoras de aço, afirma a Moody’s Investors Service. O setor siderúrgico deverá registrar crescimento, apesar do risco associado à incerteza política no novo governo, afirma Carolina Chimenti, Vice-presidente assistente da Moody’s. “Os fabricantes de aços planos provavelmente continuarão a se beneficiar do crescimento do setor automotivo, aumentando a utilização da capacidade e a rentabilidade”, diz. “Além disso, as vendas de aços longos serão favorecidas à medida que novos lançamentos imobiliários aumentem”, afirma.

A agência de rating avalia que as exportações de aço permanecerão baixas devido ao aumento do protecionismo dos EUA, o que levará, consequentemente, a uma concorrência mais forte de outros países produtores, como China e Turquia. No entanto, as importações não representam uma ameaça significativa para as siderúrgicas brasileiras no ambiente atual.

Em meio à recuperação moderada, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) permanece estável para as três principais siderúrgicas brasileiras, com margens de 15% a 20% nas operações domésticas. A Moody’s prevê níveis similares em 2019, após iniciativas significativas de corte de custos durante a recessão de 2015-16 e aumentos de preços neste ano.

Leia mais sobre: CSN, Moody's, Siderurgia, Usiminas

Última atualização por - 13/12/2018 - 21:54