Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Lojas Renner tem leve queda após divulgação de resultado do 4º trimestre

Investing.com Brasil - 08/02/2019 - 11:36

Renner

Por Investing.com – Na parte da manhã desta sexta-feira, as ações da Lojas Renner (LREN3) operam com queda de 0,37% a R$ 43,14, após a empresa divulgar o resultado do quatro trimestre do ano passado, quando teve alta do lucro líquido de 32,5%, sobre o mesmo período de 2017, para R$ 439,8 milhões, pouco acima da média de previsões de analistas compilada pela Refinitiv, de R$ 434,02 milhões.

A varejista teve lucro líquido superior a 1 bilhão de reais pela primeira vez na história em 2018, apoiada em alta de dois dígitos na receita e controle de despesas, e observa um ritmo de vendas e fluxo de visitantes nas primeiras semanas de 2019 parecidos com o do quarto trimestre.

Para o Banco do Brasil (BBAS3) Investimentos (BB-BI), apesar de robustos os números estão em linha com o observado ao longo do ano, com a empresa continuou ganhando market share, registrando um aumento de vendas de 13,2% a/a em 2018, contra uma média de mercado de apenas 1,5% a/a.

De forma geral, os analistas continuam otimistas em relação ao caso de investimento da empresa e mantém a recomendação Outfperform para LREN3, com um preço-alvo de R$ 46,90 em 2019. Na visão deles, o papel está sendo negociado a 27,1x P/E e 15,7x EV/ EBITDA 19E, contra sua média histórica (últimos 5 anos) de 27,0x e 14,4x, respectivamente.

“Tivemos planejamento específico para esse alto verão e para o Carnaval também. Teremos cápsulas de coleção específicas e voltadas para esse período e vemos bom fluxo e manutenção do ritmo que vínhamos tendo no fim do ano passado”, disse à Reuters o diretor financeiro e de relações com investidores da Lojas Renner, Laurence Gomes.

Segundo ele, as condições macroeconômicas já se mostram mais favoráveis, mas ainda há um certo grau de incerteza em relação ao ritmo de andamento de reformas importantes, o que certamente terá reflexo na confiança de empresários e consumidores.

BB-BI avaliou que o resultado apresentado pela Renner foi bastante sólido. Os analistas destacaram que o 4T18 foi o primeiro trimestre após um ano a ter uma base comparativa mais normalizada, uma vez que importantes projetos que impulsionaram despesas, como a criação de instituição financeira própria e o processo de internacionalização, iniciaram no 4T17.

Leia mais sobre: Empresas, Lojas Renner, Mercados, Varejo