Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Liberação de vistos faz procura pelo Brasil crescer em até 36%

Equipe Money Times - 23/03/2019 - 19:28
Austrália lidera as buscas por Brasil, seguida por Estados Unidos, Canadá e Japão (Fonte: Smiles Oficial Facebook)

A procura de estrangeiros interessados em visitar o Brasil cresceu em até 36% após a liberação de vistos decretada pelo presidente Jair Bolsonaro para os turistas dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão. O levantamento foi divulgado pelo site KAYAK, plataforma de planejamento de viagens, voos e hotéis.

Algo parecido com o que aconteceu no último ciclo de alta da Bolsa está prestes a se repetir. Veja como é possível ganhar ate +2.691% com estes ativos

A pesquisa foi feita na base de dados da empresa, considerando voos saindo de todos os aeroportos dos Estados Unidos, Canadá, Japão e da Austrália com destino a todos os aeroportos do Brasil.

O aumento em porcentagem comparou a média diária de buscas entre 01 e 15 de março de 2019 com a média diária de buscas entre 18 e 20 de março de 2019, para viagens de 01 de abril a 31 de dezembro de 2019.

O interesse dos australianos em visitar o Brasil cresceu em 36%, seguido pelos Estados Unidos (31%), Canadá (19%) e Japão (4%).

Estratégia Luiz Barsi: As ações da Cielo já estão atraentes?

A dispensa de visto foi anunciada por Jair Bolsonaro durante visita oficial aos Estados Unidos e serve para fins turísticos, de negócio, esportivos ou artísticos, sem intenção de estabelecer residência no Brasil.

As novas regras serão aplicadas para quem permanecer em território brasileiro por até 90 dias, prorrogáveis pelo mesmo período, desde que não ultrapassem 180 dias a cada 12 meses.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Por Gustavo Kahil e Marcel Salim

Leia mais sobre: Brasil, Economia, Instagram, Kayak, Turismo

Última atualização por Gustavo Kahil - 24/03/2019 - 13:45