Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Estratégia Luiz Barsi: As ações da Cielo já estão atraentes?

Gustavo Kahil - 22/03/2019 - 19:26
Cielo
“São dias de tensão na Bolsa como este que o passarinho pousa na boca do animal mais paciente da natureza”, diz Barsi

Esta sexta-feira (22) completa o terceiro dia consecutivo de queda para as ações da Cielo (CIEL3): – 3,96%. O movimento de hoje foi influenciado fortemente pelo clima desfavorável ao mercado, com queda de 3,1% para o Ibovespa, porém a estrada tem sido esburacada para a empresa há algum tempo.

Do ponto mais alto atingido pelo papel em 2019, de R$ 12,25 durante o pregão de 4 de fevereiro, a queda acumulada é de 18,8%. Barata? Para quem segue a estratégia de longo prazo de Luiz Barsi, um guru do mercado brasileiro com 50 anos de experiência, a reposta é sim.

Em um relatório exclusivo para clientes da Elite Investimentos, obtido pelo Money Times, e assinado pela analista Louise Barsi, o megainvestidor deixa muito claro: “contra fatos não há argumentos e Cielo está de fato muito barata perto de seus pares”, escreve em sua carta.

Para Louise, uma simples comparação com seus concorrentes corrobora esta visão. “Enquanto a novata Stone na bolsa americana vale US$ 11,5 bilhões e a PagSeguro, do grupo UOL, vale aproximadamente US$ 9 bilhões, a Cielo amarga meros US$ 7 bilhões…com 10 vezes mais lucratividade”, indica. Ela ressalta ainda que a empresa já antecipou que irá pagar 70% do seu lucro em dividendos no primeiro trimestre e se encontra muito barata para ser ignorada.

Continua depois da publicidade

Barsi conclui o documento restrito aos clientes da corretora lembrando que “são dias de tensão na Bolsa como este que o passarinho pousa na boca do animal mais paciente da natureza. O jacaré está com a boca aberta abaixo dos R$ 10,50”. Os papéis terminaram o dia de hoje a R$ 9,95.

Última atualização por - 23/03/2019 - 12:54