Últimas Notícias Tesouro Direto Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Cripto
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Jogo começa em Brasília e investidor se prepara para enfrentar volatilidade da Previdência

Gustavo Kahil - 25/04/2019 - 11:31
É nesta comissão, que contará com 49 titulares, onde acontecem as discussões de mérito

Agora é para valer. A proposta da reforma da Previdência está na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, que começa os trabalhos nesta quinta-feira (25). No mercado financeiro, os investidores, que já tinham mostrado cautela nos últimos pregões, continuam a se preparar um ambiente volátil nos próximos meses. Com isso, o Ibovespa opera em baixa de 0,52%, a 94.552 pontos, e o dólar em leve queda de 0,35%, a R$ 3,977.

“É nesta comissão, que contará com 49 titulares e 49 suplentes, onde acontecem as discussões de mérito, e portanto, onde deverão ser feitas as mudanças na substância do texto, logo no impacto fiscal da reforma e onde as negociatas políticas do governo precisarão subir de patamar”, ressalta a Guide Investimentos em um relatório enviado a clientes nesta manhã. O deputado Marcelo Ramos (PR-AM) será o presidente da Comissão. A relatoria ficará com o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP).

A nova onda de IPOs já chegou! Deixe o seu-email e saiba como ganhar com ela!

Na quarta-feira (24) à noite, em uma entrevista para a GloboNews, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a reforma da previdência ideal para o governo provavelmente não passará, mas que o parlamento aprovará um bom texto.

Continua depois da publicidade

Enquanto o mercado também avalia os números do Bradesco no primeiro trimestre, divulgados nesta manhã, o sentimento internacional também é movimentado pelos balanços do Barclays e UBS na Europa, além de American Airlines, 3M, International Paper. Após o fechamento, serão conhecidos os dados da Amazon, Intel e Ford. No Brasil, destaque para Localiza e Lojas Renner.

Economia

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu 1,5 ponto de março para abril. Com o resultado, o indicador recuou para 89,5 pontos, em uma escala de zero a 200, o menor patamar desde outubro do ano passado (85,4 pontos).

Mercados

EUA – O índice Dow Jones apresenta queda de 0,95%, S&P 500 baixa de 0,4% e o Nasdaq recua 0,1%.

As ações do Facebook sobem depois que a empresa divulgou seus resultados do primeiro trimestre e ter reservado US$ 3 bilhões para um acordo com a Comissão Federal de Comércio, (FTC, na sigla em inglês).

A Microsoft superou as expectativas de lucros e vendas do primeiro trimestre, graças a uma forte contribuição de sua empresa de serviços baseada em nuvem. Já a Tesla trouxe apreensão após registrar um prejuízo maior do que o esperado, acompanhado por uma forte dica do CEO Elon Musk de que a empresa teria que levantar mais capital.

Confira as principais notícias dos jornais desta quinta-feira

Na área econômica, os pedidos de bens duráveis nos EUA subiram 2,7% em março, muito acima das expectativas dos analistas, que giravam em torno de alta de 0,8% no período.

Europa – O índice DAX cai 0,42%, o FTSE recua 0,74% e o CAC se desvaloriza em 0,45%.

O banco britânico Barclays informou nesta quinta-feira um lucro líquido mais forte do que o previsto para o primeiro trimestre de 2019, em meio a condições desafiadoras de mercado e preocupações persistentes sobre o Brexit.

Os dois maiores bancos privados da Alemanha, o Deutsche Bank e Commerzbank, cancelaram suas conversações sobre fusões, sob pressão de acionistas, reguladores e sindicatos.

A fusão discutida nunca foi a opção preferida dos dois bancos, já que ambos estão mais preocupados em tentar reverter operações cronicamente não-lucrativas. As negociações só aconteceram em grande parte devido à pressão política do Ministério das Finanças da Alemanha para garantir a sobrevivência de um campeão nacional.

O banço suíço UBS reportou uma queda de 27% no lucro líquido no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Em comunicado, a instituição financeira atribuiu o resultado as condições desafiadoras de mercado.

Ásia – As ações  fecharam em alta no pregão de Tóquio nesta quinta-feira (25), com ganhos nos setores de Nikkei 500 SteelNikkei 500 Services e Nikkei 500 Pharmaceuticals. No encerramento, o Índice Nikkei 225 avançou 0,48%, alcançando novo nível recorde máximo de 3 meses.

O BoJ anunciou que espera manter as taxas de juros em níveis extremamente baixos até pelo menos a primavera de 2020. O BC juntou-se ao coro dos bancos centrais, concentrando-se num compromisso de manter a acomodação do mercado. O Banco do Canadá cortou suas previsões de crescimento na quarta-feira e abandonou sua linguagem anterior sobre possíveis aumentos de juros.

O Produto Interno Bruto (PIB) da Coreia do Sul registrou contração de 0,3% no primeiro trimestre de 2019, em comparação aos três meses imediatamente anteriores, atingindo o pior nível desde 2008, informou nesta quinta-feira (25) o Banco Central da Coreia do Sul (BoK, na sigla em inglês).

Empresas

Bradesco (BBDC4) publicou resultado operacional do primeiro trimestre de 2019, com lucro líquido recorrente de R$ 6,2 bilhões no período, avanço de 22,3% em relação aos três meses iniciais do ano passado.

Continuando com sua reestruturação após a deflagração da Lava Jato, a Petrobras (PETR3PETR4) comunicou em nota nesta quinta-feira (25) que anunciará um novo PDV (Programa de Desligamento Voluntário).

Enel (ELPL3), antiga Eletropaulo, divulgou seu resultado operacional do primeiro trimestre de 2019, com lucro líquido de R$ 69,05 milhões no período, reversão frente ao prejuízo de R$ 5,43 milhões.

 Taesa (TAEE11) recebeu a licença do Ibama para iniciar as obras do empreendimento da Interligação Elétrica Aimorés.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você