Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Elanco será a nº 2 em saúde animal após acordo de US$7,6 bi com Bayer

Reuters - 20/08/2019 - 15:18
CEO da Elanco Jeff Simmons
A Elanco disse que a quantia representa 68 milhões de ações, ou uma fatia de 18,2% (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

A Elanco Animal Health chegou nesta terça-feira a um acordo para adquirir a unidade de medicamentos veterinários da Bayer, em um negócio que envolve dinheiro e ações e foi estimado em 7,6 bilhões de dólares, criando a segunda maior empresa do setor.

O acordo é o último no crescente mercado de saúde animal, que recentemente viu a separação entre Elanco e Eli Lilly e a rival Pfizer, farmacêutica norte-americana, também dividindo seus negócios em medicina veterinária.

Além disso, a negociação acrescenta mais um nome à lista de ativos vendidos pela Bayer, à medida que a empresa alemã visa reduzir as dívidas provenientes da compra da fabricante de sementes Monsanto, ocorrida no ano passado por 63 bilhões de dólares, além de se preparar para possíveis acordos jurídicos por conta do alegado efeito causador de câncer do pesticida Roundup.

As duas companhias afirmaram que a Bayer receberá 5,3 bilhões de dólares em dinheiro e 2,3 bilhões de dólares em ações da Elanco, com um preço de 33,60 dólares por ação, valor da média de 30 dias em 6 de agosto.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A Elanco disse que a quantia representa 68 milhões de ações, ou uma fatia de 18,2%, segundo dados da Refinitiv, mas o número de ações pode variar em até 7,5%, dependendo da performance da Elanco na data de conclusão.

Pesquisadores do mercado esperam que o setor de saúde animal, de 44 bilhões de dólares, cresça entre 5% e 6% ao ano, impulsionado por um aumento na pecuária e, mais importante, pelo crescimento no número de pessoas que desejam possuir animais de estimação e gastar mais com o bem-estar dos pets.

Última atualização por Bruno Andrade - 20/08/2019 - 15:18