Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

É importante observar players com vínculos institucionais quanto à regulação

Investing.com Brasil - 20/05/2019 - 17:09
(Imagem: Pixabay)

Por Jamil Civitarese/Investing.com

Quando se trata de regulação, é importante observar mais atentamente os players com vínculos institucionais. Posto que empresas tradicionais têm relações mais estabelecidas com governos e com a lei, podemos esperar um comportamento mais atento a reguladores por parte delas.

No mundo das exchanges, uma excelente fonte de informação é a Poloniex. Apesar de não ser dos maiores players considerados atualmente, a exchange foi comprada em fevereiro de 2018 pela Circle. Essa organização é uma startup focada em criptomoedas que recebeu fortes aportes do Goldman Sachs, sendo assim provavelmente mais escaldada quanto a regulações.

Continua depois da publicidade

Nessa semana, a Poloniex retirou de sua plataforma de negociações nove moedas: Ardor (ARDR), Bytecoin (BCN), Decred (DCR), GAME, GAS, Lisk (LSK), NXT, OMNI, Augur (REP) – devido a riscos regulatórios. Alguns desses ativos são famosos, como o prediction market Augur ou a plataforma de tokenização OMNI, por realizarem tarefas altamente reguladas em blockchain. O problema é que falta combinar com os ingleses: eles realizam essas tarefas sem serem de fato regulados. Outros permitem ganhos de capital análogos a alguns ativos/derivativos reais, como GAS.

Exclusivo! Cadastre-se para receber um dia antes a Carteira Money Times - O Consenso do Mercado

Recentemente, reguladores americanos emitiram uma nota descrevendo como criptoativos deveriam ser entendidos. Aqui na coluna comentei que, da maneira que foi realizada, algumas inovações seriam coibidas. Novamente, tenho essa impressão baseado na decisão da Poloniex.

Apesar de não ser explícita como um comunicado do regulador americano, a decisão sinaliza que inovações deverão apenas otimizar o que é comportado pelo sistema atual. O contrafactual, por exemplo, seria permitir apostas seguras sem intervenções do governo.

Em tese, há discussões subjacentes na filosofia do direito penal para apostas que criem riscos para indivíduos, porém não me parece adequado tratar desse tema apenas na esfera regulatória financeira como tem sido feito. Em todo caso, tem sido a abordagem do governo americano e não parece haver muitas mudanças a vista em como regularão aplicativos de impacto social.

Desta maneira, não acredito que investimentos em tecnologias extremamente disruptivas da perspectiva social valham a pena. Tecnologias como a Chainlink, que recém-lançou sua mainnet e permite trabalhar com informações externas a blockchains, fazem mais sentido por também ter um caráter de avanço técnico maior que o de aplicação.

Pela minha interpretação dos fatos, há uma má notícia para tokens associados a apps dirruptivos. Sou leigo em grandes especificidades de direito regulatório americano, porém acredito que seja tempo de, para quem investe por portfólio de altcoins, focar mais firmemente em inovações técnicas generalistas mais que aplicações.

Obviamente, há chances da antecipação regulatória ser por outras causas. A primeira pode ser só ansiedade dos advogados. Quem trabalha com dinheiro real e é conservador tende a abandonar projetos por precaução. Por um lado isso é ótimo por evitar perdas concretas, por outro há uma taxa de falsos negativos considerável: alguns projetos abandonados não serão regulados e haverá perda de oportunidades.

A segunda é que projetos podem ser regulados por outros motivos que não o fato de serem aplicações. O Augur é sujeito a ataques em apostas de baixa liquidez e isso pode motivar regulações por si. Faço minha previsão muito por um conjunto significativo das moedas delisted serem aplicações de alto impacto, mas com analogias a mercados regulados claras.

Tendo isso em vista, não ofereço evidências extremamente fortes de que valha a pena mudar o portfólio só com base nessa mudança na Poloniex. Contudo, somado às regulações passadas do governo americano, acredito que um leve reposicionamento de investidores em altcoins possa fazer sentido. Por agora, application tokens me soam uma tendência passada e que não deveria ser excessivamente valorizadas por investidores mais cautelosos.

Leia mais sobre: Criptomoedas, Economia, Mercados, Opinião
Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você