Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Criptomoeda do Facebook, a Globalcoin pode vir a ser o primeiro case de adoção em massa

Leandro França de Mello - 17/06/2019 - 19:00
Bitcoin Criptomoedas Blockchain
(Imagem: Pixabay)

Com uma das maiores redes de pessoas do mundo, o Facebook tem uma vantagem competitiva para uma empresa que deseja fornecer serviços financeiros globais. A empresa conseguiu US$ 10 milhões de cada um dos grandes patrocinadores, como Visa, Mastercard, Paypal e Uber, e está montando um conglomerado para administrar sua rede. Somente a indústria de remessas totalizou US$ 689 bilhões em 2018, de acordo com o Banco Mundial, e poderia ser um serviço que o Facebook pretende oferecer. Leia mais sobre a Globalcoin aqui.

Por outro lado, pode-se argumentar que o projeto “Libra” tem como alvo uma audiência nunca destinada a ser servida por uma moeda descentralizada como o Bitcoin, por isso as proibições aos anúncios da criptomoeda e ICO na plataforma que vem sendo revogado aos poucos. A adoção do Bitcoin tem sido tradicionalmente mais difundida entre os mercados negro e cinza.

O uso diário do Bitcoin continua sendo raro em grandes partes do mundo e seu uso tem sido sempre muito residual e só servindo para a especulação e para os chamados Hodlers, pessoas que compram e mantêm a moeda em carteira ou rendendo em plataformas de arbitragem automatizada como é o caso da Atlas Quantum.

A Globalcoin pode ser a plataforma para adoção em massa?

Laura McCracken, chefe de serviços financeiros e parcerias de pagamento para Europa no Facebook, confirmou que um white paper com mais detalhes sobre o projeto será lançado em 16 de junho.

O fato é que nenhuma fintech ou banco terá condições de lutar com as mesmas armas que o Facebook na força e penetração na sua base de clientes. São 2 bilhões de pessoas dentro de uma rede muito eficiente, onde as pontas já estão devidamente amarradas. O Whatsapp será peça fundamental nesse processo de adoção. Assim como o Wechat é na China.

Cryptowatch indica a Atlas BTC para compra dos seus bitcoins. Com a Atlas BTC, agora você pode comprar Bitcoin e investir no Quantum com segurança e em poucas horas, com um processo ágil e sem burocracia!

Siga-nos no Telegram   no Instagram  no Twitter

 

Última atualização por Leandro França de Mello - 17/06/2019 - 19:09