Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

China responde a críticas de Bolsonaro com “super hidrovia” na Argentina

Valter Outeiro da Silveira - 21/08/2019 - 8:08
Soja
Segunda maior economia do mundo procura garantir estrutura para demanda de commodities (Imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

A estatal chinesa de construção CCCC (China Communications Construction Co) pretende construir uma mega hidrovia no rio Paraná, na Argentina, com foco no escoamento da produção de soja.

Oficiais chineses e membros do governo argentino se encontraram nos últimos meses para adiantar as negociações, conforme apurado pela Reuters.

A segunda maior economia do mundo pretende garantir o escoamento de sua produção de soja. Durante a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro afirmou diversas vezes que o gigante asiático queria comprar o Brasil.

Desde 2005 até o primeiro semestre deste ano, a China investiu cerca de US$ 579 bilhões internacionalmente nos setores de energia, transporte e agricultura, de acordo com o Chinese Global Investment Tracker. Deste montante, US$ 71 bilhões se direcionou a América do Sul.

2021

“A China já é a principal compradora de soja da Argentina. Para eles, ter controle também da navegação lhes daria uma postura muito forte na negociação de preços”, afirmou um oficial argentino envolvido nas negociações.

A concessão atual pertence a empresa de Luxemburgo Jan De Nul. A firma competirá com a CCCC e outras multinacionais na renovação concessionária de 2021.

Leia mais sobre: Argentina, China, Internacional, Soja

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 21/08/2019 - 8:16