Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

China permitirá governos locais elevar dispêndios com infraestrutura via dívida local

Valter Outeiro da Silveira - 11/06/2019 - 7:50
Pequim busca promover crescimento econômico com base na infraestrutura (Pixabay)

A China permitirá flexibilizar restrições em torno de como governos locais poderão despender os recursos obtidos pela emissão de títulos especiais, em movimento focado apara estimular o crescimento econômico. A expansão do investimento desacelerou para 4,4% nos primeiros quatro meses do ano.

O Ministério das Finanças permitirá autoridades locais investir em patamar superior a seus orçamentos regulares. Além disso, seguradoras foram incentivadas a prover recursos para novas emissões no futuro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A decisão almeja elevar a construção de infraestrutura na segunda maior economia do mundo, elevando a parcela a ser paga via moeda local. O montante levantado por Pequim em 2019 foi de 2,15 trihlões de yuans (US$ 311 bilhões).

Continua depois da publicidade

Infraestrutura como motor

Para Liu Li-gang, economista-chefe do Citigroup em Hong Kong, “a política representa mudança significativa” em como Pequim utilizará o investimento em infraestrutura na promoção do crescimento econômico, ao invés de realizar cortes de impostos, conforme apurado pela Bloomberg.

O economista acredita que o investimento em infraestrutura poderá acelerar para até 8% em 2019. Por último, os governos locais serão estimulados para elevar os gastos no projeto da “Nova Rota da Seda”, que ligará a Ásia a Europa, assim como na Antiguidade.

Leia mais sobre: China, Citi, Internacional
Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você