Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

China: Menores restrições dos EUA não significam nada para Huawei, diz fundador

Valter Outeiro da Silveira - 21/05/2019 - 8:12
Tensões entre EUA e China ultrapassaram fronteiras do comércio internacional

O abrandamento temporário do governo norte-americano nas restrições à Huawei não tem muito significado para a companhia, a medida que a empresa chinesa se preparou para este cenário, segundo Ren Zhengfei, fundador da companhia.

Zhengfei declarou nesta terça-feira (21) durante entrevista à emissora estatal CCTV que a tecnologia 5G da Huawei não seria afetada e, além disso, ressaltou que não existe qualquer empresa no mundo capaz de chegar ao mesmo nível de tecnologia 5G nos próximos dois a três anos. O executivo ainda destacou que o governo dos EUA subestimou as capacidades da Huawei.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Sem bullying

Em linha com o pensamento do fundador da Huawei, o embaixador da China na UE (União Europeia) afirmou durante entrevista em Bruxelas na última segunda-feira (20) que o comportamento norte-americano é errado, por isso “será necessário uma resposta”.

“As companhias chinesas possuem direitos legítimos e interesses que estão sendo minados, então o governo chinês não ficará de braços cruzados”, disse. “Os EUA têm repetidamente criado problemas, minando o momento positivo formado durante o processo de negociações duras e difíceis e buscando ganhos ilegítimos por meio de bullying e chantagem”, disparou Zhang.

 

 

 

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 21/05/2019 - 8:12