Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Carro zero chega a perder 33% do valor em dois anos, mostra pesquisa

Arena do Pavini - 01/10/2018 - 17:41

Por Arena do Pavini – O mercado de automóveis segue dando sinais de retomada no Brasil e, aos poucos, os consumidores estão demonstrando mais interesse na aquisição de carros novos. De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), as vendas de veículos novos cresceram 14,5% no Brasil no primeiro semestre de 2018, comparado com o mesmo período do ano anterior.

RECEBA A NOSSA NEWSLETTER GRATUITA

Mas a satisfação de comprar um carro novo vem acompanhada do inconveniente da forte desvalorização após a compra, a ponto de ser criticada por analistas de finanças pessoais. Apenas ao sair da concessionária, o valor já cai sensivelmente. É diferente da situação de antes do Plano Real, quando a inflação alta e a falta de oferta transformavam carros em investimentos, como telefones.

Em alguns casos, porém, essa perda é maior, chegando a 33% do valor após dois anos. É o que mostra um estudo da KBB Brasil, filial da americana Kelley Blue Book, especializada em levantamentos de preços de automóveis. A empresa selecionou as versões que mais e menos se desvalorizam dentre os modelos mais vendidos no primeiro semestre de 2018.

Segundo a Fenabrave, os 10 modelos mais vendidos no período são: Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Ford Ka, Volkswagen Gol, Fiat Strada, Chevrolet Prisma, Toyota Corolla, Jeep Compass, Fiat Toro e Renault Sandero. Os veículos Volkswagen Polo, Renault Kwid e Fiat Argo estão dentre os mais vendidos de acordo com a Fenabrave. Porém, não foram utilizados nesta análise por contarem apenas com versões 2018 / 2019, enquanto o estudo realizado considera dois anos de uso. Ao excluir os veículos citados, foi respeitado o ranking de vendas e foram utilizados os modelos subsequentes

As versões do Gol e Corolla aparecem como destaque na lista de menos desvalorizados, contando com 4 e 3 versões, respectivamente. Já as que mais desvalorizam são as versões do Sandero e da Strada, apresentando 4 e 3 versões, respectivamente. Mas, mesmo entre os que perdem menos, a desvalorização é de 9%, uma perda razoável que deve ser levada em conta no momento em que se decide ter um automóvel zero. Há ainda as despesas de seguro, manutenção, impostos e combustível, o que faz muita gente preferir andar de táxi ou Uber ou transporte público a manter um carro.

Confira abaixo as versões entre os carros mais vendidos que perderam mais e as que se desvalorizaram menos no primeiro e no segundo ano de uso.

As versões que mais desvalorizam, dentre os modelos selecionados:

VEÍCULO/VERSÃO0KM20182017Desvalorização: 1º ano de usoDesvalorização: 2º ano de uso
FIAT STRADA CE HARD WORKING 1.4 8V FLEX 2P (Básico)R$ 64.990R$ 49.900R$ 43.000-23,22%-33,84%
FIAT STRADA CS HARD WORKING 1.4 8V FLEX 2P (Básico)R$ 56.490R$ 42.900R$ 39.000-24,06%-30,96%
FORD KA S 1.0 12V FLEX 4P (Básico)R$45.490R$38.500R$ 32.000-15,37%-29,65%
FIAT TORO FREEDOM 1.8 16V AT6 FLEX 4P (Básico)R$102.990R$77.500R$ 72.900-24,75%-29,22%
RENAULT SANDERO AUTHENTIQUE 1.0 12V SCe FLEX 4P (Básico)R$ 45.290R$ 35.700R$ 33.558-21,17%-25,90%
RENAULT SANDERO EXPRESSION 1.0 12V SCe FLEX 4P (Básico)R$ 49.090R$ 38.900R$ 36.566-20,76%-25,51%
FIAT STRADA CD HARD WORKING 1.4 8V FLEX 3p (Básico)R$ 67.990R$ 57.990R$ 50.900-14,71%-25,14%
FORD KA SE 1.5 16V FLEX 4P (Básico)R$ 51.990R$ 42.500R$ 39.000-18,25%-24,99%
RENAULT SANDERO GT LINE 1.6 16V SCe FLEX 4P (Básico)R$ 59.500R$ 48.000R$ 45.120-19,33%-24,17%
RENAULT SANDERO EXPRESSION 1.6 16V SCe FLEX 4P (Basico)R$ 53.800R$ 43.500R$ 40.890-19,14%-24%

Leia mais sobre: Automóveis, Economia, Fenabrave

Última atualização por Diana Cheng - 01/10/2018 - 17:41