Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Barão do Bitcoin: BRIX – Finalmente, uma referência de preço do bitcoin no Brasil

Opinião - 05/02/2019 - 17:08

Por Allex Ferreira, o Barão do Bitcoin

No início de fevereiro, foi lançado um novo índice de preço do Bitcoin no Brasil chamado Bitcoin Real Index (BRIX). Neste artigo, quero discutir a importância para o mercado em ter uma referência de preço para o Bitcoin.

Para quem atua no mercado peer-to-peer (P2P) ou de balcão (over the counter, OTC), é essencial termos um lugar confiável e comum a todos como base para olharmos o preço do Bitcoin que será vendido ou comprado. É bastante comum ouvir de clientes que em outro site o preço do Bitcoin está mais caro ou mais barato. Isso não é nada bom para a eficiência do mercado e celeridade das negociações.

Com o BRIX, que foi desenvolvido por pessoas que atuam nesse mercado há bastante tempo, espera-se que o mercado P2P volte a ter novamente uma referência de preço.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

E por que deveríamos confiar nesse preço informado pelo BRIX? Na minha visão, porque ele baseia-se em uma metodologia de cálculo clara e transparente para se obter o preço justo do Bitcoin no momento em determinado minuto. Além disso, ele é independente e não está vinculado a nenhuma exchange.

Até onde tomei conhecimento, a proposta do BRIX é confiar apenas nos dados fornecidos pelas exchanges que possam ser verificados e auditados. O que temos por aí hoje no mercado são sites que listam qualquer informação que é provida pelas APIs das exchanges. Mas nem sempre essas informações são verdadeiras ou possíveis de serem verificadas.

Até onde sei, o BRIX quer tentar padronizar a forma como as exchanges fornecem as informações dos negócios realizados para que todos possam analisar e auditar os mesmos dados.

A existência de uma referência de preço para o Bitcoin no Brasil, há tempos tão aguardada por aqueles que atuam no mercado de negociação, vai ajudar muito em termos de praticidade e eficiência das operações.

Começaremos a ver os brokers “falarem a mesma língua”. O que vai variar é a taxa ou fee que cada um aplica sobre a transação. Por isso, começaremos a ouvir com frequência, por exemplo: “vendo ou compro Bitcoin por BRIX -1%, BRIX + 2,5%” ou qualquer que seja a taxa ofertada.

Como broker do mercado de Bitcoin desde 2011, apoio e sugiro a quem atua neste mercado que passe a adotar o BRIX como referência de preço do Bitcoin no Brasil. Bons negócios.

Leia mais sobre: Bitcoin, Criptomoedas, Opinião
Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você
Recomendados para você
Exclusivo: Método de Luiz Barsi é revelado em curso inédito