Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Azul quer levar Avianca para ampliar operação em Congonhas

Investing.com Brasil - 14/12/2018 - 19:04

Airbus

Por Investing.com – As ações da  Azul (AZUL4) caíram 1,62% a R$ 33,35, com notícia de que a companhia aérea estuda fazer uma proposta para adquirir a Avianca Brasil. A declaração foi dada por David Neeleman, fundador e presidente do conselho de administração da Azul, ao site do Valor Econômico.

Atualmente, a Avianca é controlada pela Synergy Group, dos irmãos José e Germán Efromovich, e tem dívidas de R$ 493,9 milhões, tendo entre os principais credores a Petrobras (PETR4) (R$ 60,7 milhões), o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (R$ 49,9 milhões), GE Celma (R$ 48,5 milhões) e Pratt & Whitney (R$ 28,9 milhões)

Ao jornal, o executivo declarou que está disposto “a fazer algo que seja melhor para a Azul e os credores da Avianca”. Segundo ele, quando uma empresa entra em recuperação judicial, está com alto endividamento e com recursos insuficientes. Dessa forma Neeleman confirma que se a empresa estiver a venda, a Azul tem interesse.

Para a Azul, a Avianca é uma boa oportunidade, por possuir slots em aeroportos como como Guarulhos, Congonhas e Santos Dumond, que possibilitaria expansão importante para a companhia fundada por Neeleman.

Ontem, o presidente Michel Temer assinou uma Medida Provisória (MP) que permite o capital estrangeiro ter o controle de 100% de uma companhia aérea no país. A legislação atual permite a participação estrangeira em até 20% no capital social de uma aérea. O jornal também informa que a edição da MP foi combinada com Paulo Guedes, futuro ministro da Economia do governo eleito de Jair Bolsonaro.

A medida assinada pelo presidente poderá ajudar a retomada da Avianca, que mexeu com o setor nesta semana ao entrar com pedido de recuperação judicial. A companhia poderá receber aporte de um grande investidor externo para se recapitalizar e pagar os credores.

Segundo o Valor Econômico, a americana United já havia feito uma parceria com a Avianca Holdings na Colômbia. Em entrevista à Reuters, o investidor German Efromovich, controlador da Avianca Holdings, disse considera a MP uma “boa notícia” e que está negociando com fundos a injeção de capital na companhia aérea.

Leia mais sobre: Ações, Aviação, Azul, Mercados
Confira as principais notícias dos jornais desta terça-feira