Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Anima tem valorização de mais de 3% após divulgação de balanço do trimestre

Investing.com Brasil - 12/11/2018 - 13:23

Por Investing.com – No começo da tarde desta segunda-feira na bolsa paulista, as ações da Anima (ANIM3) Holding operam com valorização de 3,28% a R$ 16,69. A companhia anunciou na manhã de hoje que registrou prejuízo de R$ 16,6 milhões no trimestre, depois de ter lucrado R$ 10 milhões no mesmo período de 2017. Excluindo os itens não recorrentes, o lucro líquido da Anima somou R$ 15 milhões

De julho a setembro, a companhia apresentou um total de R$ 31,6 milhões em gastos não recorrentes, a maior parte sendo despesas relacionadas ao processo de reestruturação (R$ 24,6 milhões). A empresa disse que executou ao longo do trimestre uma análise para eliminar redundâncias nas unidades e na estrutura administrativa, como parte do processo de centralização e padronização de processos.

Para a equipe de analistas da Coinvalores, o grupo educacional teve fraco desempenho no período. Eles destacam que, assim como as outras empresas do setor, que sofreram com o cenário mais desafiador e um panorama mais complicado no tocante ao financiamento dos estudantes, a companhia também apresentou números piores neste 3T18, com a receita líquida subindo apenas 1,7% pelos efeitos negativos associados ao aumento dos descontos, bolsas e impostos.

Continua depois da publicidade

Para a corretora, o EBITDA ajustado veio praticamente estável quando comparado ao do 3T17, apenas 0,2% maior. A Anima apresentou prejuízo líquido de R$ 16,3 milhões no período, principalmente pela menor geração de caixa aliada às maiores despesas não recorrentes com sua reestruturação e maiores provisões relacionadas a um processo judicial.

Resultado

O faturamento do grupo teve crescimento de 2%, de R$ 252,4 milhões no terceiro trimestre de 2017 para R$ 257,6 milhões em igual intervalo do ano atual. A receita com ensino avançou 3%, para R$ 247,4 milhões, enquanto a de outros negócios diminuiu 25%, para R$ 9 milhões.

Na divisão de ensino, o tíquete médio, excluindo as aquisições, encerrou o terceiro trimestre com uma média mensal de R$ 819, queda de 2,6%. O recuo foi influenciado pelo aumento de bolsas, descontos e impostos concentrados nas primeiras mensalidades do curso, parcialmente compensados por um aumento médio de mensalidades e crescimento da base de al

Já o Ebitda teve queda de 82% no terceiro trimestre, para R$ 5,3 milhões, em função dos itens não recorrentes que afetaram o lucro líquido. O Ebitda ajustado, que desconsidera os itens não recorrentes, subiu 0,2%, para R$ 40,5 milhões, com queda de 0,2 ponto percentual da margem, percentual da margem, para 15,8%.

Última atualização por Gustavo Kahil - 12/11/2018 - 13:23