Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Amazon Prime parece boa, mas ainda não bate Magazine Luiza e B2W, afirma Bradesco BBI

Vitória Fernandes - 10/09/2019 - 19:15
Amazon Prime Empresas
“Questionamos até que ponto o consumidor brasileiro está disposto a pagar uma assinatura pela entrega de comércio eletrônico quando houver tanto frete grátis disponível”, afirmaram os analistas (Imagem: Reuters/Clodagh Kilcoyne)

O lançamento da Amazon Prime mexeu com os varejistas do setor nesta terça-feira (10). Apesar das novidades, como a entrega grátis em dois dias para 90 cidades com pagamento de R$ 9,90 por mês ou R$ 89 por ano, o Bradesco BBI avaliou que a empresa continua competitivamente abaixo dos concorrentes brasileiros.

“A oferta de frete grátis e entrega em 2 dias representa a última etapa dos esforços da Amazon para melhorar seu serviço de entrega no Brasil. A Amazon fez grandes melhorias em seu serviço de entrega (prazos e custos) em relação à Black Friday no ano passado, para o qual o serviço de entrega foi pouco competitivo. Dito isto, enquanto a Amazon está se tornando mais competitiva, ainda fica abaixo dos pares no Brasil”, afirmaram os analistas Richard Cathcart e Flávia Meireles.

De acordo com o banco, a Magazine Luiza (MGLU3) já faz 40% de suas entregas em 48h e passou realizar delivery em 24h na região metropolitana de São Paulo, em cidades de Belo Horizonte e Campinas. A B2W (BTOW3) também possui um serviço de entregas por assinatura, semelhante ao Amazon Prime, que custa R$ 79 por ano, disponível em mais de duas mil cidades, o que coloca a empresa a frente do novo serviço.

“Questionamos até que ponto o consumidor brasileiro está disposto a pagar uma assinatura pela entrega de comércio eletrônico quando houver tanto frete grátis disponível. À medida que o mercado começar a mudar para categorias de maior frequência, o serviço de assinatura pode se tornar mais atraente; mas nesse cenário, também esperamos que os pares locais ofereçam mais frete grátis”, completa o relatório.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Sendo assim, o Bradesco acredita que a estrutura competitiva do mercado de comércio eletrônico não é favorável para a Amazon. O banco recomenda a compra da Magazine Luiza e espera a B2W também se mostre forte até o final do ano, acreditando que cada um pode aumentar sua oferta ao cliente, dificultando uma possível vantagem da Amazon.

Última atualização por Vitória Fernandes - 10/09/2019 - 19:50