Últimas Notícias IR 2018 Carteiras recomendadas Comprar ou vender Finanças Pessoais Cripto Economia
Cotações por TradingView

Comprar ou vender?

Ação da Petrobras pode subir ainda mais, avalia Itaú BBA

Gustavo Kahil - 15/05/2018 - 14:04
O novo valor corresponde a um potencial de valorização de aproximadamente 37%

O Itaú BBA reavaliou as ações da Petrobras (PETR4) para incluir os efeitos do resultado do primeiro trimestre de 2018, do petróleo mais caro e do real mais fraco em relação ao dólar, revela um relatório enviado a clientes e assinado pelo analista André Hachem nesta terça-feira (15).

Segundo o banco, é esperado que a estatal apresente resultados positivos em 2018 e que os números melhorem sequencialmente em 2019 e 2020. A Petrobras alcançou um lucro líquido de R$ 6,961 bilhões até março deste ano, o que representa um crescimento de 56% na comparação com o visto um ano antes.

Este foi o melhor resultado trimestral desde o início de 2013, quando a empresa havia lucrado R$ 7,69 bilhões. O endividamento, medido pela dívida líquida/EBITDA ajustado ficou em 3,52 vezes (sem o acordo da class action seria de 3,07). A meta é de 2,5 vezes ao final de 2018.

Hachem também vê como principais catalisadores de curto e médio prazo “a recuperação do segmento de refino, a implementação do programa de venda de ativos, o crescimento da produção doméstica e a negociação da transferência de direitos da companhia com o governo”, explica.

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse hoje que ainda não há decisão tomada sobre o acordo de cessão onerosa do pré-sal com a Petrobras. Uma matéria publicada no jornal Valor Econômico diz que a União cederá à Petrobras entre 1 e 2 bilhões de barris de petróleo. Segundo o ministro, o prazo para o grupo de trabalho apresentar as recomendações é a próxima quinta-feira (17), mas pode haver prorrogação.

Com isso, a recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado) foi reiterada e o preço justo foi elevado de R$ 26 para R$ 32. O valor corresponde a um potencial de valorização de aproximadamente 37%.

 

Últimas Notícias