Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Aquisição da Adtalem é sinérgica para a Yduqs, dizem analistas

Diana Cheng - 21/10/2019 - 12:31
A aquisição é considerada a maior da antiga Estácio, e está prevista para ser concluída no primeiro semestre de 2020 (Imagem: Reprodução/Yduqs)

A aquisição de 100% das operações da Adtalem no Brasil por R$ 1,9 bilhão é estratégica para a Yduqs (YDUQ3), avaliou a Guide Investimentos. De acordo com a corretora, o negócio está em linha com o plano de expansão da companhia, e ainda marca a sua entrada no segmento de cursos preparatórios.

“Vale notar que há sinergias entre os cursos preparatórios da Adtalem com as graduações de medicina e direito da Estácio que demandam esse tipo de preparação no último ano”, complementou a Guide.

A análise do BTG Pactual (BPAC11) quanto à transação também é positiva.

“[Os ativos] devem ajudar na diversificação da companhia com maior exposição no Nordeste e no segmento de educação continuada”, comentou o analista Samuel Alves.

A Adtalem é o décimo maior grupo de educação superior no Brasil, tendo aproximadamente 102 mil estudantes cadastrados, 20 campus e mais de 180 centros de aprendizado à distância.

A aquisição é considerada a maior da antiga Estácio, e está prevista para ser concluída no primeiro semestre de 2020. A Yduqs passa a deter dez instituições de ensino superior pela bandeira Wyden, além da escola de negócios IBMEC, a rede Damásio Educacional e a SJT MED, que oferece cursos preparatórios na área de medicina e saúde.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Combinação

educação
O BTG afirmou que a combinação das duas entidades irá compor uma base estudantil de 678 mil pessoas no segundo semestre

O BTG afirmou que a combinação das duas entidades irá compor uma base estudantil de 678 mil pessoas no segundo semestre, além de um Ebitda ajustado acumulado em 12 meses de R$ 1,34 bilhão.

A aquisição, segundo a Guide, foi em linha com os múltiplos do setor, sendo 10,2 vezes o EV/Ebitda (considerando cerca de 7 vezes o EV/Ebitda pós-sinergia) contra 10,3 vezes da Yduqs.

Recomendação

O banco trouxe recomendação neutra para as ações da Yduqs devido ao momentum de resultados fracos, mas as transações de M&A (Fusões e Aquisições) devem impor riscos ascendentes.

“Nossa análise sobre a aquisição é positiva, uma vez que o ativo é estratégico e oferece sinergias, mas salientamos que as ações performaram acima do mercado em 15% na semana passada – já com esse upside precificado, acreditamos. Planejamos revisar nossos números em breve”, concluiu Alves.

Última atualização por Diana Cheng - 21/10/2019 - 12:32