Últimas Notícias Imóveis Carteiras recomendadas Comprar ou vender Finanças Pessoais Cripto Economia
Cotações por TradingView

Comprar ou vender?

WEG tem leve valorização com retomado de pedidos de ciclo longo no exterior

Investing.com Brasil - 19/07/2018 - 13:44

Weg

Por Investing.com – Apesar da leve valorização de 0,32% a R$ 18,53, a WEG (WEGE3) é uma das poucas companhias que registram valorização na sessão desta quinta-feira na B3. A companhia divulgou ontem o resultado do segundo trimestre do ano, com números que ficaram acima do esperado pelo mercado.

A fabricante de equipamentos elétricos e tintas industriais destacou nesta quinta-feira, em teleconferência, que está vendo uma retomada nas encomendas de produtos de ciclo longo fora do Brasil e avalia expandir fábrica na China.

Produtos de ciclo longo normalmente carregam margens maiores para a empresa e costumam ser encomendados para equipar projetos de grande porte, como hidrelétricas.

“Estamos vendo alguma recuperação no mercado de ciclo longo, principalmente na região Ásia-Pacífico”, disse o diretor financeiro da WEG, André Luís Rodrigues, em teleconferência com analistas para discussão dos resultados de segundo trimestre da companhia divulgados na véspera e que mostraram crescimento de 24%no lucro líquido sobre um ano antes.

No Brasil, a companhia, cujos produtos são um termômetro da saúde da economia, avalia que o crescimento continua sendo impulsionado por produtos de ciclo curto. Segundo Rodrigues, apesar da greve dos caminhoneiros ter reduzido a confiança dos empresários sobre a economia, “indústrias importantes continuam com trajetória de recuperação, o que gera oportunidades em projetos de ciclo longo”.

O executivo afirmou que a greve dos caminhoneiros no final de maio não chegou a causar grandes prejuízos para os pedidos da WEG e que a maior parte dessas perdas “já foi recuperada”.

A WEG espera adicionar neste ano 500 milhões a 600 milhões de reais ao seu faturamento com entrega de projetos de energia solar, mas a maior parte da cifra ocorreu na primeira metade do ano.

Leia mais sobre: Comprar ou vender?, Indústria, Weg

Últimas Notícias