Últimas Notícias Cotações Governo Bolsonaro Comprar ou Vender Empresas Economia
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

WEG e TIM abrem temporada de balanços na próxima semana

Investing.com Brasil - 12/07/2018 - 13:08

Investing.com – Com fim do segundo trimestre, as companhias iniciam a divulgação dos resultados referente ao período. Os primeiros números serão publicados na próxima semana, com a WEG e a TIM sendo as primeiras da lista.

A fabricante de motores elétricos WEG divulgará seu balanço no próximo dia 18, antes da abertura dos negócios, com a teleconferência marcada para as 11 horas do dia seguinte. A expectativa é que a receita do período seja de R$ 2.76 bilhões, superior aos R$ 2,55 bilhões registrados no primeiro trimestre. Já o lucro líquido por ação estimado é de R$ 0,15, contra R$ 0,14 do período anterior.

A fabricante de motores elétricos e tintas industriais Weg registrou lucro líquido de 285 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 10,6 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, mas com aquisição e novos negócios impactando a margem.

Já o resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) somou 379,71 milhões de reais, 14,7 por cento acima do registrado um ano antes.

TIM

No caso da empresa de telefonia TIM, o mercado espera que a receita do segundo trimestre atinja o patamar de R$ 4,21 bilhões, sendo que no período anterior foi de R$ 4,14 bilhões e R$ 3,94 bilhões no segundo trimestre de 2017. Para o lucro líquido por ação, a estimativa é de R$ 0,15, contra R$ 0,10 do período anterior e R$ 0,09 do mesmo trimestre do ano passado.

O lucro líquido da TIM foi de R$ 250 milhões no primeiro trimestre de 2018, de acordo com o balanço divulgado pela operadora. Em relação ao mesmo período em 2017, o aumento foi de 89,1%. Considerando o 4º trimestre do ano passado, que fechou com R$ 604 milhões, houve uma baixa de 61%.

Na comparação anual, a receita líquida foi para R$ 4,14 bilhões (4,8%) e o EBTIDA para R$ 1,470 bilhão (16,4%). O grande impacto foi pela receita líquida de serviços, que cresceu 6,4% no ano, com resultados positivos tanto no móvel (+R$ 213 milhões) quanto no fixo (+R$ 26 milhões), além da redução nos custos totais (+R$ 19 milhões).

Outros balanços

Ainda em julho, serão conhecidos também os resultados de outras empresas, com destaque para Grupo Pão de Açúcar (PCAR4), Fibria (FIBR3), Telefônica (VIVT4), Santander (SANB11), Vale (VALE3), Ambev (ABEV3), Bradesco (BBDC4), Usiminas (USIM5), Embraer (EMBR3), Klabin (KLBN11), Itaú (ITUB4) e Cielo (CIEL3).

Leia mais sobre: Telefonia
Últimas Notícias