Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Wall Street recua à medida que guerra comercial ameaça economia dos EUA

Reuters - 02/10/2019 - 18:17
Wall Street EUA Bolsa Mercados
O Dow Jones fechou em baixa de 1,86%, a 26.078,82 pontos (Imagem: Reuters/Carlo Allegri)

Os principais índices de Wall Street sofreram nesta quarta-feira as quedas mais acentuadas em seis semanas, após dados de desemprego e manufatura dos Estados Unidos sugerirem que as consequências da guerra comercial iniciada pelo governo de Donald Trump contra a China estão atingindo ainda mais a economia norte-americana.

O Dow Jones fechou em baixa de 1,86%, a 26.078,62 pontos. O S&P 500 cedeu 1,79%, a 2.887,61 pontos, enquanto o Nasdaq Composto recuou 1,56%, para 7.785,25 pontos.

Somando-se às preocupações comerciais, os EUA obtiveram nesta quarta-feira aprovação para impor tarifas sobre 7,5 bilhões de dólares em produtos europeus, resposta aos subsídios ilegais concedidos pela União Europeia à Airbus, o que ameaça iniciar uma guerra comercial retaliatória transatlântica.

Os índices de todos os 11 principais setores do S&P 500 recuaram, com as ações de energia e financeiras cedendo mais de 2% cada.

O Relatório Nacional de Emprego da ADP mostrou que o crescimento da geração de vagas no setor privado norte-americano não teve desempenho tão forte quanto previamente esperado em agosto, afirmando que os “negócios se tornaram mais cautelosos em contratações”, com pequenos empreendimentos “especialmente hesitantes”.

Os dados reforçaram temores gerados na terça-feira, quando um relatório mostrou que a atividade fabril dos EUA contraiu para seu menor nível em mais de uma década em setembro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

“Se a China compra menos produtos nossos, temos menos para fabricar e menos pedidos para cumprir. Esse dado está indicando que não estamos imunes à disputa comercial, ela está nos afetando tanto quanto à China”, disse Sam Stovall, estrategista-chefe de investimentos da CFRA Research.

Agora, o foco se volta ao mais abrangente relatório de emprego do Departamento do Trabalho norte-americano, a ser divulgado na sexta-feira, na busca por novas pistas a respeito da saúde econômica dos EUA.

O S&P 500 e o Dow caíram abaixo de suas médias móveis de 100 dias pela primeira vez em cerca de um mês. Muitos investidores acreditam que uma queda abaixo dessas médias móveis significa que os índices tendem a cair ainda mais.

Última atualização por Bruno Andrade - 02/10/2019 - 18:19