Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Vans vai rejuvenescer Arezzo e criar novo vetor de crescimento, avalia Credit Suisse

03/10/2019 - 9:15
Banco também estimou que o acordo pode representar 8,4% do crescimento na receita da Arezzo em 2020 (Imagem: Facebook Vans)

O novo acordo de distribuição dos produtos da Vans pela Arezzo (ARZZ3) está sendo visto com bons olhos pelo Credit Suisse. De acordo com o relatório divulgado pelo banco e obtido pelo Money Times, a parceria é um novo desafio para a marca de calçados, mas não deve ser um problema operacional, dado seu excelente histórico de consolidação e gerenciamento de marcas.

“A novidade poderá criar novo vetor de crescimento para a Arezzo no mercado doméstico, o que é especialmente importante, dadas as recentes indicações de desaceleração do crescimento em suas marcas mais maduras”, afirmou o Credit.

O banco também estimou que o acordo pode representar 8,4% do crescimento na receita da Arezzo em 2020, percentual maior que marcas como Alme, Fiever e Alexandre Birman, que já fazem parte do portfólio da empresa.

A Fiever, empresa voltada para o público mais jovem, constitui apenas 1,4% da receita da companhia. Com a parceria da Vans, cresce o foco da companhia no consumidor de 15 a 30 anos.

Confira no gráfico as especificações de cada marca:

Os analistas Victor Saragiotto e Pedro Pinto acreditam que a Vans pode sair ganhando com a nova administração.  “Algumas “vitórias rápidas” podem ser capturadas, como melhorias nas pesquisas e no leads das operações da Vans, alavancam as operações de e-commerce da empresa nas bases da Arezzo e na venda cruzada para clientes multimarcas”.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 03/10/2019 - 9:15