Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Valorização da Cemig com expectativa de privatização não se justifica, diz XP

Valter Outeiro da Silveira - 24/09/2019 - 10:48
Energia elétrica
Corretora destaca preferência por ações da Copel (Imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

A XP Investimentos projeta “cenário desafiador para privatizações em Minas Gerais apesar das intenções do poder executivo” em relatório desta terça-feira (24), no qual os analistas mantém a recomendação neutra para as ações da Cemig (CMIG4).

Para o analista Gabriel Fonseca, não existem “motivos para justificar o prêmio que os papeis da companhia mineira negociam em relação a pares estatais, como a Copel (CPLE6)”. A corretora lista recomendação de compra para as ações da paranaense.

A instituição explica a inexistência de fatores para o prêmio “em face de um desapontamento com uma eventual privatização”, em caso de não concretude.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Reequilíbrio em foco

Fonseca destaca a intenção do executivo, conforme destacada pelo governador Romeu Zema, de enviar as próximas semanas à Assembleia Legislativa projeto que prevê a privatização de todas as empresas estatais.

“Focando na Cemig, o governador afirmou que nem a empresa nem o estado tem recursos para fazer frente aos investimentos necessários para reequilibrar a empresa economicamente e atender pedidos de novas ligações em prazos menores”, avalia a corretora.

Outras recomendações

Ao contrário da XP Investimentos, a equipe de análise do Credit Suisse mostra recomendação neutra para as ações da Copel, com preço-alvo de R$ 51,64 – upside (potencial de valorização) de 1,2% em relação ao último fechamento.

Em linha, a Bradesco Corretora lista recomendação neutra para os papeis da Copel, com preço-alvo de R$ 29,00 para doze meses. Caso se materializem as projeções, a ação poderá cair até 43,2%.

Por último, a instituição brasileira está otimista com a Cemig. Os analistas listam recomendação de compra para os papeis, com preço-alvo de R$ 17,00 – upside de 19,7% na comparação com a cotação da última segunda-feira (23).

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 24/09/2019 - 10:48