Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Usiminas diz que sofre 2ª interrupção em energia da Cemig em duas semanas

06/11/2019 - 18:31
Segundo a Usiminas, o apagão durou alguns minutos e não produziu impactos graves (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

A usina da Usiminas (USIM5) em Ipatinga sofreu nesta quarta-feira uma interrupção na energia elétrica fornecida pela Cemig (CMIG4), o segundo episódio do tipo em cerca de duas semanas, informou o grupo siderúrgico.

A queda de energia ocorreu no início da tarde envolvendo a usina e a região leste de Minas Gerais. Segundo a Usiminas, o apagão durou alguns minutos e não produziu impactos graves nos equipamentos além de fumaça causada pela ativação do protocolo de segurança da usina.

“O fornecimento de energia já foi reestabelecido e os equipamentos foram retomados. A fumaça emitida na área de redução é proveniente da parada e queima de gases como parte do procedimento de segurança”, afirmou a Usiminas em comunicado.

“A empresa lamenta informar que é a segunda ocorrência na interrupção do fornecimento de energia por parte da Cemig em cerca de duas semanas, o que acarreta transtornos e prejuízos para suas atividades”, acrescentou a empresa sem citar valores.

A Cemig confirmou o incidente desta quarta-feira, ocorrido às 12h35, afirmando que uma “falha em um equipamento” em subestação instalada no Vale do Aço “provocou a interrupção de energia para clientes industriais do leste de Minas”.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Segundo a Cemig, “todos os consumidores afetados foram restabelecidos às 13h10, sendo que a maior parte dos clientes do leste de Minas foram afetados apenas por um pique no fornecimento de energia elétrica”.

As ações da Usiminas subiam cerca de 1% perto do final do pregão desta quarta-feira, enquanto as da Cemig tinham perda de 0,5%. O Ibovespa recuava 0,3%.

Última atualização por Renan Dantas - 06/11/2019 - 18:31

Os 7 pecados capitais do investidor na Bolsa