Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Top picks na construção civil? Confira as duas escolhas do Bradesco BBI

Valter Outeiro da Silveira - 12/02/2019 - 11:15

O Bradesco BBI divulgou relatório analítico a seus clientes nesta terça-feira (12), no qual analisa o guidance de 2019 da Tenda (TEND3), listando os principais destaques: faixa de margem bruta ajustada de 34% a 36% e faixa líquida de vendas entre R$ 1,95 bilhão e R$ 2,15 bilhão.

Para os analistas, a cautela ainda permanece. “Embora a forte demanda no segmento de baixa renda possa impulsionar os números operacionais das construtoras, nossas estimativas para a Tenda em 2019 estão conservadoras na faixa inferior da orientação publicada pela empresa”, afirmam Luiz Maurício Garcia e Maria Clara Negrão.

Tenda propõe desdobramento de ações e convoca AGE

As estimativas do Bradesco BBI giram em torno de 34,7% para a margem bruta ajustada e de R$ 2,01 bilhão em vendas líquidas. Apesar do conservadorismo, os analistas destacam as projeções altas de provisões para contingências, na casa de aproximadamente R$ 60 milhões por ano, como possíveis drivers para melhora nas expectativas da Tenda, caso haja menores provisões.

” Direcional (DIRR3) e Tenda (TEND3) continuam sendo nossas principais recomendações no segmento de construção residencial”, afirmam o Bradesco BBI, listando dois argumentos para sua preferência: o melhor posicionamento de ambas para ambiente mais competitivo no programa MCMV (Minha Casa Minha Vida) e; média entre o rendimento e o FCF/EV (Fluxo de Caixa Livre/Valor de Mercado) de 15% contra 8% do setor, “sustentando nosso status de top picks do setor de construção civil”.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Receba dicas EXCLUSIVAS de investimento em seu e-mail – Não é propaganda