Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Tecnologia 5G deve chegar no Brasil em 2021, afirma presidente da Ericsson

Vitória Fernandes - 12/07/2019 - 19:29
Segundo Eduardo Ricotta, o processo de licitação pode afetar o ritmo de implementação do 5G, o que mostra a preocupação do setor em relação ao custo (Imagem: Facebook Ericsson)

A Ericsson, fabricante de equipamentos de telecomunicações sueca, acredita que a rede 5G irá começar a funcionar no Brasil até o início de 2021, de acordo com informações da Reuters. A empresa afirmou estar trabalhando em parceria com as operadoras de telefonia e com a Anatel para testar a tecnologia.

De acordo com o presidente da companhia para a América Latina, Eduardo Ricotta, a agilidade da implementação do serviço no país dependerá do plano de cada operado, mas pode levar um tempo para a rede mais rápida entrar em funcionamento.

“A limpeza de espectro é necessária porque algumas das frequências alocadas para o 5G podem ter interferência com satélites”, explicou Ricotta. “Estamos fazendo testes ainda e mostrando para a Anatel o que precisa ser feito, então o 5G deve entrar em operação mais para o fim de 2020 ou começo de 2021”, acrescentou.

Ainda de acordo com Ricotta, o processo de licitação pode afetar o ritmo de implementação do 5G, o que mostra a preocupação do setor em relação ao custo, já que o governo ainda está tentando resolver os problemas das dívidas públicas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

“O bolso das operadoras é um só… Se elas gastarem muito no espectro não vão poder investir tanto na cobertura do 5G, o que atrasaria a adoção da tecnologia e a arrecadação de bilhões de dólares em impostos que seriam coletados com a venda de novos aparelhos e dispositivos”, afirmou.

A empresa compete com a Nokia Oyj e com a Huawei na disputa para implementar o 5G mundialmente, investindo anualmente cerca de 20% da sua receita no projeto.

Última atualização por Diana Cheng - 12/07/2019 - 19:29