Cotações por TradingView

SulAmérica tem leve avanço com venda de fatia na Caixa e capitalização e aporte na Órama

Investing.com Brasil - 14/05/2019 - 17:35
Venda de fatia na Caixa pode incluir um adicional de até R$ 83 milhões

Por Investing.com 

As ações da seguradora Sul América (SULA11) encerraram o pregão desta terça-feira (14) com leve alta de 0,84% a R$ 32,30. Na noite de ontem, a companhia anunciou acordo para venda de sua fatia minoritária na Caixa Capitalização e um investimento na plataforma especializada em investimentos pessoais Órama.

Quer concorrer a R$ 300? Responda esta pesquisa sobre investimentos em 2 minutos

Continua depois da publicidade

Num primeiro comunicado, a Sul América informou que vendeu sua participação equivalente a 24,5% da CaixaCap, para o Grupo Icatu, que já é acionista da empresa, por valor inicial de R$ 100 milhões. O montante pode incluir um adicional de até R$ 83 milhões.

Exclusivo: O segredo para ganhar com Petrobras em qualquer cenário

A transação “tem como objetivo concentrar a atuação da SulAmérica em segmentos em que possui maior potencial de crescimento e vantagens competitivas”, diz o fato relevante.

Exclusivo! Cadastre-se para receber um dia antes a Carteira Money Times - O Consenso do Mercado

Em outro documento ao mercado, a Sul América afirmou que o investimento na Órama, de 100 milhões de reais, a fará ter participação de 25 por cento na controladora da plataforma, a O10 Participações.

A operação “tem o objetivo de contribuir de forma relevante para expansão das operações da Órama, como plataforma digital aberta de investimentos, com selecionados fundos, produtos de renda fixa, fundos de previdência, fundos imobiliários e home broker, entre outros”, afirma o documento.

Para o BTG Pactual (BPAC11), apesar da venda não ser relevante para o valor de mercado da SulAmérica, cerca de 0,8%, a operação foi considerada interessante. Para os analistas, sem um canal de distribuição barato, e com o grande declínio na taxa de juros SELIC, o produto de títulos de capitalização claramente não era essencial em sua estratégia. Tanto que, destaca o banco, a Icatu que já era acionista da SulaCap, era provavelmente a melhor contraparte para conseguir um acordo ganha-ganha.

Com o mesmo valor recebido, Sula fez um investimento em uma empresa que, além de ter um posicionamento atraente, também já possui parceiros fortes, incluindo um dos fundadores da Agora (adquirida pelo Bradesco (BBDC4) em 2008) e do grupo de mídia pesado Globo. Apesar disso, avaliação da ação não foi modificada, permanecendo neutra.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você