Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Startup incentiva economia compartilhada com aluguel de espaços comerciais

Diana Cheng - 20/03/2019 - 17:54
Serviço promete acabar com o longo processo de negociações, agendamentos e orçamentos (Imagem: Divulgação/Redes Sociais)

A startup Popspaces, criada em 2018, chegou ao mercado com uma proposta diferente: incentivar a economia compartilhada conectando marcas e pessoas a espaços comerciais. Os interessados em fazer o lançamento de um produto ou serviço, testar o e-commerce no mercado offline ou lançar uma nova ideia podem alugar um espaço temporário, sendo lojas ou imóveis comerciais.

“Localizar o espaço certo para seu negócio pode ser frustrante por conta das negociações, agendamentos, orçamentos e todo o processo burocrático que isso envolve”, comenta Yuri Saiovici, co-fundador e CEO da Popspaces. Pensando nisso, a startup oferece soluções pop-up (temporárias) em formatos de lojas, quiosques, workshops, galerias e cozinhas voltadas ao varejo, a eventos corporativos, moda, artes e gastronomia.

Yuri Saiovici, co-fundador e CEO da Popspaces (Imagem: Divulgação)

O que ainda está barato na Bolsa? Veja as 6 ações negociadas em nível “pechincha”

Continua depois da publicidade

Fechada nos últimos 10 meses, agora está reaberta, por tempo limitado. Veja como é possível ter 5 anos de lucro na Bolsa em apenas uma operação de curto prazo

“Nosso objetivo é que as marcas, independente do tamanho e nicho de mercado, consigam tirar suas ideias do papel com mais facilidade, e um dos meios é a locação de espaço por dias, semanas ou meses”, completa o executivo.
A Popspaces também oferece uma lista de fornecedores exclusivos e serviço concierge, com consultoria personalizada.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Passo a passo

O gestor de um imóvel entra no site da Popspaces e preenche um cadastro informando as propriedades do local – tamanho, pé direito, valor da diária etc. Depois que o cadastro é aprovado, o espaço fica disponível para as pessoas interessadas em alugar. O locatário, tendo escolhido a melhor opção, inicia um diálogo via chat para agendar a visita e fechar a reserva. O pagamento pode ser feito pelo boleto ou no cartão de crédito.

A Popspaces, presente apenas na cidade de São Paulo, tem planos de expandir sua área de atuação nos próximos meses. As cidades cotadas para receber a startup são Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você