Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Schlumberger vê queda de produção de xisto com corte de gastos

Bloomberg - 19/07/2019 - 20:31
A Schlumberger espera que a crescente produção de petróleo das bacias de xisto da América do Norte diminua à medida que as empresas de exploração cortam gastos (Imagem: Michael Nagle/Bloomberg)

O boom do xisto está prestes a desacelerar, de acordo com o maior fornecedor de serviços petrolíferos do mundo.

A Schlumberger espera que a crescente produção de petróleo das bacias de xisto da América do Norte diminua à medida que as empresas de exploração cortam gastos, disse na sexta-feira o presidente Paal Kibsgaard, que está de saída de empresa, durante teleconferência de resultados do segundo trimestre da empresa. Um recente onda de fusões e aquisições na indústria está acelerando a queda do crescimento, disse ele.

“A consolidação entre as empresas norte-americanas de E&P está fortalecendo ainda mais a mudança do foco de crescimento para a disciplina financeira”, disse Kibsgaard.

O recuo no xisto, que vem após o pior acidente do setor de petróleo em uma geração há cinco anos, atingiu a indústria de serviços petrolíferos enquanto os produtores controlam a atividade de perfuração. A Schlumberger nomeou na sexta-feira Olivier Le Peuch como CEO.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Os gastos entre os produtores na América do Norte estão em linha com as expectativas de queda de 10% este ano, segundo a Schlumberger, embora a empresa veja um aumento na atividade internacional.

Última atualização por Renan Dantas - 19/07/2019 - 20:36