Últimas Notícias Cotações Governo Bolsonaro Comprar ou Vender Empresas Economia
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Salariômetro: Reajuste salarial de outubro é maior que inflação, diz Fipe

Diana Cheng - 29/11/2018 - 18:50

Em outubro, os reajustes salariais ficaram acima do nível de inflação, ainda que os ganhos tenham sido pequenos. É o que diz o boletim da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, a Fipe. De acordo com os dados coletados, tanto o reajuste mediano quanto o reajuste médio foram de 4% no último mês. Isso, comparado aos reajustes dos últimos 12 meses, representa um aumento de 1,2%.

A proporção do reajuste em relação ao número de negociações realizadas em outubro – 425 – foi de 21,9%. A relação do comparativo anual foi de 55,5%.

Além dos reajustes dos salários, o piso salarial e as contribuições para os sindicatos de trabalhadores foram outros dos itens mais negociados no ano. Em outubro, as negociações do piso mediano ficaram a R$ 1,170 e do piso médio a R$ 1,250. Em 2018, R$ 1,147 e R$ 1,226, respectivamente, enquanto que os valores dos últimos 12 meses se apresentaram a R$ 1,149 e R$ 1,228.

Contribuições sindicais

As contribuições sindicais foram marcadas por diversos impasses que continuam dificultando o fechamento dos valores. Em 2018, a proporção de fechamentos ainda é 27,7% menor que em 2017.

Para os trabalhadores, as contribuições associativa, por serviços e confederativa médias representaram, respectivamente, 19%, 16% e 13% do salário mensal estipulado em outubro. As contribuições medianas foram de 18% por associativa, 13% por serviços e 12% por confederativa.

Para as empresas, os valores fixos médios mais altos foram de contribuições associativa e negocial, que ultrapassaram os R$ 1.000,00. Os valores medianos de 2018 por associativa e negocial foram de R$ 795,00 e R$ 600,00, respectivamente.

Banco de horas

O número de casos para compensação em meses representa 92,96% em relação ao número de casos de banco de horas no ano de 2018. O valor da média é de 7,31 e da mediana de 6.

O fator de conversão para dias úteis teve 3.589 casos, 63,35% em relação à quantidade de casos de banco de horas. Média 1,09 e mediana 1.

Para sábados, os valores são de 1,28 para média e 1 para mediana. Foram 1.063 casos de fator de conversão, 18,76% frente ao número de casos de banco de horas.