Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Sabesp: o balanço já era; mercado quer saber da privatização

18/11/2019 - 11:54
Estação de tratamento da Sabesp
(Imagem: Sabesp/Divulgação/Facebook)

Embora as ações da Sabesp (SBSP3) estejam entre as maiores altas do Ibovespa nesta segunda-feira (18), os analistas não se impressionaram muito com seu balanço do terceiro trimestre. O que o mercado espera, mesmo, são notícias sobre uma eventual privatização da companhia paulista de saneamento em 2020.

Em relatório aos clientes divulgado nesta manhã, a XP Investimentos afirma que não acredita que “resultados trimestrais impactem de maneira relevante os preços das ações da Sabesp no curto prazo em vista das expectativas do mercado de um possível processo de privatização.”

A XP continua: “nesse sentido, aguardaremos novos passos no andamento da aprovação do novo marco regulatório do setor de saneamento (Projeto de Lei 3.261 / 2019) antes de reavaliarmos nossa visão sobre a Sabesp.”

Por isso, por enquanto, a XP Investimentos mantém recomendação neutra para os papéis, com preço-alvo de R$ 60 para os próximos 12 meses. A cautela é compartilhada pelo Credit Suisse, que também indica neutralidade para a Sabesp, com preço-alvo de R$ 56,69.

Mesmo reconhecendo a importância da incorporação de novos municípios para os resultados da companhia, com destaque para Santo André, na região metropolitana de São Paulo, o Credit Suisse afirma que “o principal gatilho [para a revisão da recomendação] continua a ser as futuras discussões a respeito de melhorias na regulamentação (que elevariam as chances de uma potencial privatização).”

Preparação

A eventual venda da empresa pelo governo paulista dita, inclusive, o modo como os números trimestrais são lidos pelo mercado.

O incremento de 42% na receita líquida, na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, somando R$ 5,6 bilhões; o aumento de 107% no ebitda ajustado, que atingiu R$ 3 bilhões; a alta de 17,4 pontos percentuais na margem de ebitda, que chegou a 55,6%; e o salto de 117% no lucro líquido, para R$ 1,2 bilhão foram vistos como o resultado da melhoria da gestão, com vistas à possível privatização.

Represa da Sabesp
(Imagem: Sabesp/Divulgação/Facebook)

A Guide Investimentos é uma das instituições que segue essa linha. Em seu relatório matinal, a Guide afirmou que a Sabesp “apresentou avanço na sua receita e conseguiu manter o controle dos custos e despesas e patamares confortáveis. Seguimos com uma visão positiva para a companhia, que seja melhorando seus resultados, para uma possível privatização em 2020.”

Por volta das 11h30, as ações ordinárias da Sabesp (SBSP3) subiam 0,58%, negociadas a R$ 52,18. No mesmo instante, o Ibovespa subia 0,60%, marcando 107.200 pontos.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Renan Dantas - 18/11/2019 - 16:21