Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Revisão dos juros para baixo faz títulos públicos do Tesouro Direto renderem até 1,54% no dia

Arena do Pavini - 19/09/2019 - 17:16
Segundo a Anbima, até o meio-dia, o IMA-B5+, índice que acompanha os papéis indexados acima de cinco anos, variou 1,54%  (Imagem: USP Imagens)

Por Arena do Pavini

A redução da Selic para 5,5%, anunciada ontem à noite pelo Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central, e as expectativas do mercado de que os juros encerrem o ano ainda mais baixos, estão provocando a queda dos juros dos papéis do Tesouro Direto no mercado e, consequentemente, aumento dos preços dos títulos, especialmente os de longo prazo.

Segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), até o meio-dia, o IMA-B5+, índice que acompanha os papéis indexados acima de cinco anos, variou 1,54%. Comparando com o mesmo horário de ontem, antes da decisão do Copom, a alta era de 0,30%. Já o retorno do IMA-B5, que representa os indexados até cinco anos, teve retorno de 0,59% hoje e de 0,07% ontem.

Entre os prefixados, o IRFM1+, que reflete os papéis acima de um ano, avançou 0,49% até o meio dia desta quinta-feira. O resultado é superior ao verificado em ativos de prazos mais curtos, representados pelo IRF-M1, que rendeu 0,09%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O movimento é um ajuste do mercado a juros mais baixos, mas vale apenas para quem vender o papel agora. Quem ficar com o título até o vencimento ganhará exatamente a taxa de juros que acertou na aplicação.Pou

Última atualização por Renan Dantas - 27/09/2019 - 13:30