Cotações por TradingView

Renova dispara 50%: ação reage jogada rápida da Cemig

Investing.com Brasil - 22/03/2019 - 11:51
REnova
Cemig informou que as ações fazem parte de seu plano de reestruturação

Investing.com – No começo da jornada desta sexta-feira na bolsa paulista, as units da Renova Energia (RNEW11) disparam 50,64% a R$ 29,30. O resultado de momento é uma reação positiva à notícia de que o conselho da Cemig (CMIG4) Geração e Transmissão, subsidiária da elétrica mineira Cemig, aprovou a compra de participação acionária na Renova Energia e, ao mesmo tempo, a venda do complexo eólico Alto Sertão III para a AES Tietê (TIET11).

Ibovespa pode ter 2 estreantes em abril; Taurus entra no IBrX 100

A Cemig informou que as ações fazem parte de seu plano de reestruturação.

Continua depois da publicidade

De acordo com o comunicado, o Conselho da Cemig GT aprovou a compra de ações ordinárias e preferenciais da Renova Energia, de propriedade do CG I Fundo de Investimento em Participações, contemplando ações pertencentes ao bloco de controle da Renova. Em contrapartida, o CG I receberá títulos da dívida emitidos pela Renova e subscritos pela Cemig GT e Light (LIGT3) Energia.

Algo parecido com o que aconteceu no último ciclo de alta da Bolsa está prestes a se repetir. Veja como é possível ganhar ate +2.691% com estes ativos

“Vamos sanear a empresa para que ela volte a participar de forma competitiva de certames de energia renovável e retome a liderança em geração de energia eólica no país”, afirmou na nota o diretor de Gestão de Participações da Cemig, Daniel Faria Costa.

Em paralelo, o Conselho aprovou orientação de voto na Renova para alienação do Complexo Eólico Alto Sertão III para a AES Tietê Energia e o reperfilamento das dívidas da Renova com os bancos BTG (BPAC11), Citibank e com a Cemig GT e a Light.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Para Faria, a reestruturação da Renova busca equacionar o seu endividamento para expansão da empresa.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você