Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Reforma da Previdência: mais três destaques são rejeitados

Agência Câmara - 04/07/2019 - 22:05
Outro destaque rejeitado, do PSB, tirava a exigência de um valor mínimo de contribuição mensal para a contagem de tempo (Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

comissão especial da reforma da Previdência (PEC 6/19) rejeitou mais três destaques à proposta.

O destaque do PCdoB, rejeitado por 33 votos a 12, garantiria a possibilidade do pagamento de, pelo menos, um salário mínimo como pensão. O texto do relatório, mantido pelo colegiado, garante um salário mínimo como pensão se essa for a única fonte de renda do beneficiário. Se não o for, o pagamento pode ser menor.

Outro destaque rejeitado, do PSB, tirava a exigência de um valor mínimo de contribuição mensal para a contagem de tempo. A mudança foi rejeitada por 32 votos a 13. Fica mantida então a previsão de valor mínimo. Se esse valor não for alcançado, o contribuinte pode usar um excedente pago no passado para completar o exigido.

Para a deputada Lídice da Mata (PSB-BA), o texto do relator dificulta a possibilidade de trabalhadores como os rurais safristas, que não têm atividade financeira todos os meses do ano, se aposentarem.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Também foi rejeitado, por 29 a 12, destaque do Psol que estipulava tributação sobre ganhos de capital e dividendos, instituía o imposto sobre grandes fortunas, e IPVA para embarcações e aeronaves.

Última atualização por Renan Dantas - 04/07/2019 - 22:09