Últimas Notícias IR 2018 Carteiras recomendadas Comprar ou vender Finanças Pessoais Cripto Economia
Cotações por TradingView

Mercados

Qualicorp cai mais de 5%; ex-diretor é denunciado na Operação Acrônimo

Investing.com Brasil - 23/05/2018 - 17:45

Por Investing.com – A jornada desta quarta-feira é mais uma vez marcada pela forte queda nos papéis da Qualicorp (QUAL3), que recuam 5,55% a R$ 20,23. Somente em 2018, os papéis da companhia acumulam perdas de 34,68%.

Além das questões do desempenho da companhia, o mercado agora olha também para as páginas policiais. Em um processo da Operação Acrônimo, envolvendo governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), Elon Gomes de Almeida, fundador da Aliança Administradora de Benefícios, pertencente à Qualicorp, foi denunciado.

Em acordo de colaboração premiada homologado pelo STJ, Benedito Rodrigues relatou ter participado de reuniões com Fernando Pimentel e José Seripieri Junior, fundador do grupo Qualicorp. Na ocasião, Pimentel solicitou apoio para a campanha de 2014 e o executivo indicou que este assunto fosse tratado com seu sócio, Elon Gomes, na época presidente da Aliança Administradora.

O delator informou que Elon Gomes se comprometeu a contribuir ilegalmente com cerca de R$ 2 milhões para a campanha de Pimentel. Em depoimento à Polícia Federal, Gomes confessou os pagamentos e informou que, na verdade, totalizaram R$ 2,6 milhões.

O ex-sócio de Seripieri Júnior usou duas empresas em seu nome, a Support e a Gape, para realizar os pagamentos a firmas indicadas pelo operador de Pimentel, segundo o relato. O objetivo do executivo era permitir que o governo de Minas credenciasse a Aliança para que ela vendesse planos de saúde a servidores, uma espécie de benefício adicional opcional.

Esse é o posicionamento da Qualicorp:

“Com relação à denúncia formulada pelo Ministério Público Federal contra Fernando Pimentel e mais cinco pessoas, o Grupo Qualicorp, companhia de capital aberto e pulverizado, informa que nem a Qualicorp nem a sua subsidiária Aliança nem qualquer de seus acionistas e executivos são parte do processo. Além disso, o grupo reitera que jamais pleiteou ou obteve qualquer tipo de recurso público, uma vez que suas atividades dependem exclusivamente do cliente privado”

Leia mais sobre: Empresas, Qualicorp
 

Últimas Notícias