Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Qual fundo imobiliário pagou mais dividendos em 2019? Veja estudo do Safra

10/12/2019 - 15:09
Banco analisa maiores dividend yields dos últimos doze meses (Imagem: Unsplash/@victorfreitas)

Existem duas formas distintas dos fundos imobiliários remunerarem os investidores (cotistas), através da distribuição de dividendos ou da valorização do próprio ativo no mercado.

Dentro deste contexto, a equipe do Safra calculou quais foram os dividend yields (pagamento de dividendos sobre a cotação do ativo no mercado) mais voluptuosos dos últimos doze meses, bem como quais foram os menores do mercado neste período.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Pódio

Em primeiro lugar, o fundo imobiliário XP Corporate Macaé (XPCM11) ficou em primeiro lugar na escala dos maiores dividend yields, com 14,64%. Em seguida, os fundos imobiliários Edifício Almirante Barroso (FAMB11B) e Caixa Cedae (CXCE11B) completam o pódio, com relações de 10,64% e 9,89% – nesta ordem.

Cabe destacar que a letra “B” existente no final do código dos fundos imobiliários indica que o ativo é negociado no “mercado de balcão”, ambiente de negócios secundário sem a ingerência da B3 (B3SA3), sendo as negociações realizadas pelas próprias corretoras.

Este mercado, mesmo sem o ambiente de negociação da B3, é regulado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Por outro lado, pela menor necessidade de transparência e governança corporativa nas informações, é indicado para investidores mais avançados e familiarizados com o mercado de capitais.

Retardatários

Em contrapartida, os fundos imobiliários General Shopping Ativo (FIGS11) e Cenesp (CNES11) foram os dois piores no pagamento de proventos a seus cotistas, com dividend yields de 2,17% e 2,82% – respectivamente – nos últimos doze meses.

Em terceiro e quarto lugares aparecem os fundos imobiliários TB Office (TBOF11) e Europar (EURO11) – nesta ordem. Os dividend yields respectivos foram de 3,88% e 4,02% nos últimos doze meses.

Confira abaixo gráfico com os diviend yields dos últimos doze meses:

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 10/12/2019 - 15:11

50 entidades cobram do Google fim de apps pré-instalados no Android