Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Qual ação é barata e quem vai pagar mais dividendos? Veja projeções do Credit Suisse para 2020

Valter Outeiro da Silveira - 16/10/2019 - 11:45
Credit Suisse apresenta projeções de dividend yield e múltiplo P/L (Imagem: Bloomberg)

Diante das inúmeras possibilidades de escolha dentro do universo das ações listadas na B3, investidores avaliam certos parâmetros para decidir qual papel comprar em meio a tantas opções.

Um dos métodos utilizados é a procura por dividendos, no qual avalia-se qual empresa terá maior expectativa de pagamento de rendimentos além da variação da ação, ou seja, tendo maiores ganhos para o investidor.

Neste contexto, o Credit Suisse publicou relatório sobre quais papeis deverão ter a maior estimativa de dividend yield (expectativa de pagamento de dividendos sobre cotação da ação) para 2020.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Expectativas

De acordo com a equipe de análise do banco, as ações da Smiles (SMLS3) possuem o maior dividend yield para 2020, com projeção de 36,4%.

Logo atrás, nas segunda e terceira posições, aparecem respectivamente os papeis de Tenda (TEND3) e Direcional Engenharia (DIRR3), com expectativas de 10,2% e 9,6%.

Ações da Smiles possuem a maior expectativa de pagamento de dividendos (Imagem: Smiles)

Assimetrias

Além da análise dos dividend yields, investidores também procuram assimetria de preços para comprarem ações, ou seja, empresas cuja relação entre preço e lucro, medida pelo múltiplo P/L (Preço sobre Lucro), encontra-se baixo.

Neste sentido, a equipe do Credit Suisse aponta as ações da São Marinho com o menor P/L dentro do seu universo de cobertura, com relação de 3 vezes para 2020.

Ações da São Martinho possuem menor P/L previsto para 2020 (Imagem: São Martinho)

Em seguida, os papeis da Unidas (LCAM3) possuem múltiplo P/L de 5,5 vezes. No terceiro lugar, as ações da Movida (MOVI3) detêm relação entre preço e lucro de 5,7 vezes para o próximo ano.

Por último, cabe ressaltar que existem diversos métodos de análise de empresas e cada um é peculiar ao setor.

Desta forma, a união entre métodos distintos de análise se mostra como a mais assertiva para se investir.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 16/10/2019 - 11:53