Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Primeira reunião de comissão da Previdência está prevista para terça-feira

Agência Senado - 14/03/2019 - 14:48
davi alcolumbre
Davi Alcolumbre acredita que sociedade já compreendeu que a reforma da Previdência combate privilégios e diminui desigualdades (Marcos Brandão/Senado Federal)

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, informou que a comissão especial responsável por acompanhar a reforma da Previdência (PEC 6/2019) deve se reunir pela primeira vez na terça-feira, dia 19. Ao chegar ao Senado nesta quinta-feira (14), disse também que os nomes dos nove integrantes já foram indicados pelas lideranças partidárias. O presidente será Otto Alencar (PSD-BA) e o relator, Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Carteira Money Times: O Consenso do Mercado na sua Mão

Garanta um método eficaz para gerar renda adicional periodicamente…

Davi voltou a reafirmar que a proposta sobre aposentadorias dos militares só será votada após a reforma previdenciária.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

— O governo já se comprometeu com o Senado e com o Brasil de entregar o projeto de lei dos militares até 20 de março. Acho que amanhã ou no máximo segunda-feira essa matéria chega. Uma coisa posso assegurar: há entendimento de que a proposta dos militares vai caminhar junto com a reforma, mas só será votada depois. Esse é um compromisso com os militares e volto a externar isso publicamente. Um coisa é certa: o compromisso que assumimos, vamos honrar — afirmou.

O presidente do Senado enfatizou a importância de aprovar as propostas de reforma. Segundo ele, a sociedade já compreendeu que se trata de combater privilégios e diminuir as desigualdades:

— É preciso também trazer a confiança de volta, pois essa reforma não só permitirá o equilíbrio fiscal, mas dará sinal claro para outros países que querem investir no Brasil para que a engrenagem da economia gire. São sinais claros de que o Congresso tem dado apoio não a uma proposta de um governo, mas a uma proposta do país. Em todas as reuniões, quando escuto os senadores, há o sentimento de que precisamos votar essa matéria ouvindo a sociedade, as entidades, debatendo e com a oportunidade de fazer ajustes para melhorar o projeto — afirmou.